CARLOS ALBERTO DE FARIA  apresenta:
BOLETIM ELETRÔNICO SEMANAL - BES Assinar o BES, clique aqui!



O PERFIL DO EMPREENDEDOR ou
O CHA DO EMPREENDEDOR

Aquele que olha para fora, sonha;
aquele olha para dentro, acorda.

Carl Jung



O perfil do empreendedor é objeto de muito debate.

O próprio SEBRAE utiliza-se dos CCEs, que é algo de valor, mas absolutamente ultrapassado, em termos de empreendedorismo, pois do final dos anos 80.

O modelo dos CCEs confunde comportamentos, atitudes e processos, colocando tudo numa mesma cesta, chamando-os de comprtamentos, fazendo, à luz do conhecimento de hoje, uma salada de frutas, misturada com feijoada, e dizendo ser um antepasto.

Os CCEs podem até ser úteis, mas há "coisa" bem melhor no universo do empreendeedorismo.

A sigla CHA é já bastante usual, na área de Recursos Humanos. Esta sigla designa, ou melhor, é a abreviatura ou acrônimo para Conhecimentos, Habilidades e Atitudes.

O conceito do CHA é que toda e qualquer necessidade de uma empresa, em termos de desempenho ou competências de pessoas, possa ser descrito por este conjunto de três características.

Estas três características são derivadas dos domínios cognitivos (conhecimento), psicomotor (habilidades) e afetivos (atitudes), de Benjamin Bloom.

Vejamos o que se entende por cada um destes três componentes de um perfil pessoal:

- Conhecimento:
O conjunto de todas as informações, princípios e verdades que compõem o corpo do nosso saber. O termo conhecimento é utilizado para designar o domínio cognitivo.

- Habilidade:
Capacidade física de desempenhar uma ação ou ato, que pode ser resultado de um treinamento ou inato. O termo habilidade é freqüentemente utilizado para designar o domínio psicomotor.

- Atitude:
Um sentimento ou emoção que influencia a escolha das ações e as respostas a estímulos. Também é definida como sendo uma predisposição ou tendência de responder, positivamente ou negativamente, a determinados fatos, idéias, objetos, pessoas ou situações.

As atitudes são dirigidas, ou fortemente correlacionadas, com as vontades e com o conjunto de valores, crenças, princípios e mesmo às opiniões.

O termo atitude é freqüentemente utilizado para designar o domínio afetivo.

Uma das principais características necessárias ao empreendedor é o saber cuidar de si, administrar a si próprio, pois o empreendedor tem por dever a condução do seu empreendimento, e para tanto deve ser uma fonte de soluções - jamais uma fonte de problemas - o que é, basicamente:

- atitude;

- atitude frente ao empreendimento,

- atitude frente à vida, enfim,

- as atitudes da pessoa do empreendedor

frente ao que se lhe apresenta à sua empreitada.

O maior e principal instrumento que o empreendedor possui é "o empreendedor", ou seja, é ele próprio o seu mais importante instrumento que o dirigirá ao sucesso - ou não - do seu negócio.

Atitude!

Esta é a parte do perfil mais difícil de ser mudada ou moldada. Uma ou outra dinâmica de grupo pode ajudar, um orientador ("coaching") no trabalho também pode trazer algumas modificações ou, finalmente. uma terapia.

A determinação do empreendedor pode ajudar, mas é difícil, muito difícil, sozinho, alterar algumas crenças perdidas e enraizadas no subconsciente.

Algumas atitudes parecem vir "do berço", da educação, e a terapia pode ajudar, tanto para se livrar de algumas atitudes impregnadas, como para criar outras necessárias. E isto pode demorar algum tempo.

De nada adiantam conhecimentos e habilidades, caso não sejam suportados por atitudes que alavaquem o desempenho dos que trabalham junto a você, inclusive você próprio.

Stephen Covey, em seu livro "Liderança Baseada Em Princípios", comenta exatamente isso.

Há um artigo anterior intitulado "Alinhamento Pessoal", que tem um conteúdo com esta linha de argumentação.

O seu sucesso nos negócios, o seu sucesso pessoal são diretamente dependentes das suas atitudes. O resto é receita de bolo, que sempre produz os mesmos bolos, sem quaisquer diferenciais.

E como as receitas não produzem o resultado esperado: a realização dos seus sonhos, a sua satisfação, só resta a você colocar a culpa nos outros, afinal é o caminho mais fácil. Duro é promover a mudança, incomodar-se, procurar opções, bater com a cara na parede, mas agradecer a oportunidade do aprendizado.

A mudança necessária nunca está fora de você, está sempre dentro de você.

A busca de soluções externas é uma fuga da necessária assunção da sua responsabilidade sobre a única parte do negócio que você tem algum controle, mas não o controle total: você mesmo.

Sobre os outros não há controle algum! O controle do outro está sempre com o outro, a menos que se negocie, a menos que as suas atitudes, e as atitudes dos outros gerem comprometimento recíproco, num relacionamento de mão dupla, como sempre.

Querer ou esperar que os outros façam isto, ou sejam aquilo, são meras expectativas suas, e se você as quer realizadas, tem que se expor e negociar de peito aberto.

O mundo não está aqui para satisfazer você, você tem que ir atrás dos seus sonhos, da sua satisfação... ou simplesmente reclamar dos outros, escondendo a sua incompetência.

Leia a "Lei da Expectativa Negociada".

E quais são as atitudes básicas que todo e qualquer empreendedor deve ter, inclusive você?

As atitudes básicas do empreendedor estão nas respostas, e na concistência entre essas mesmas respostas, a estas perguntas:

1. Você sabe quem você é?
Conhecer quem você é, conhecer a si e respeitar o seu eu, suas emoções e seus sentimentos, sua postura frente à vida, é assim que se inicia uma boa pessoa e, conseqüentemente, um bom empreendedor. Para tratar bem o próximo e entender bem o próximo, o primeiro passo é entender bem de você e tratar bem você.

2. Você sabe onde você está?
Conhecer o terreno onde você pisa, as pessoas com as quais você trabalha e depende, o ambiente competitivo onde você está se estabelecendo.

3. Você sabe onde você quer ir?
Ter claro o ponto de chegada, o objetivo e a visão do futuro que você quer alcançar.

4. Você planeja a sua caminhada?
Sabendo quem você é, onde você está e com quem você está, e onde quer ir, só resta planejar a caminhada, juntar os recursos humanos, materiais e financeiros para empreender a jornada, com o tempero da sua vontade e da sua determinação de percorrer este caminho.

5. Você vaià luta?
É necessário, a cada momento, dar um passo à frente e, na soma dos passos, dirigir os seus esforços para a concretização do seu objetivo, da sua visão.

6. Você aprende caminhando?
Nesse percurso você há de ter a humildade de aprender com os fatos, e de se adaptar àquilo que não pode vencer, pois o seu objetivo não é ganhar batalhas, mas vencer a sua guerra. O empreendedor sabe que a guerra não tem fim, todo o dia é dia de aprender e se reformular para atender o mercado em mutação cada vez mais acelerada.

Todas estas características são básicas para todos e quaisquer empreendedores, inclusive para você. Mas você só encontra gente falando de Planos de Negócios, Planos de Marketing, foco no mercado, fluxo de caixa, etc.

Fala-se, preponderantemente, da área cognitiva (conhecimento), esquecendo-se da área afetiva (atitudinal), que dá a base e suporte à primeira. Esta base é essencial e esquecida...

Nós desenvolvemos um Teste de Autoliderança, com foco voltado para estas atitudes e motivações. A consulta e o "download" do Teste de Autoliderança são gratuitos.

Façamos todos nós uma excelente semana!
__________________________
Nós teremos o prazer de atendê-lo, caso você queira saber mais sobre estas e outras estratégias atrair mais e melhores clientes, ou ainda comentar algum aspecto deste Boletim Eletrônico Semanal. Não hesite em contatar-nos:

Merkatus - Ajudando nossos clientes a atrair clientes

contato@merkatus.com.br ou

047 369-2465

Se você quiser assinar GRATUITAMENTE este Boletim Eletrônico Semanal, cadastre-se aqui:

http://www.merkatus.com.br/10_boletim/index.htm . Nesta mesma página podem ser encontrados os Boletins Semanais anteriores.

Caso queira cancelar o recebimento deste Boletim Eletrônico Semanal basta nos enviar um "E-MAIL" para contato@merkatus.com.br preenchendo o campo "ASSUNTO" OU "SUBJECT" com a palavr
a DESCADASTRAR.
______________________

Este Boletim Eletrônico Semanal é uma prática de disseminação de conhecimento adotada pela Merkatus, através do correio eletrônico, de circulação restrita e exclusiva para pessoas, instituições ou empresas que manifestaram o interesse em recebê-lo. Este Boletim Eletrônico Semanal aborda temas que ajudam as pessoas, as empresas e as instituições a aprimorar: a obtenção de mais e melhores clientes certos, a conformidade do que produzem ou fazem à demanda do seu mercado, a aproximação de interesses convergentes entre a demanda e a oferta, dentro da área de serviços. É nosso intuito promover o desenvolvimento pessoal e aprimorar as relações comerciais do mercado.
.Este Boletim Eletrônico Semanal pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, desde que
1º - mantida a autoria;
2º - divulgado o autor e
3º - divulgado o endereço do "site"  http://www.merkatus.com.br.

© Copyright 2008, Carlos Alberto de Faria, Merkatus
Este "site" foi desenvolvido pela Merkatus.