O 3º dos 5Rs

“Você perde 100% das oportunidades 
que você, simplesmente, deixa passar.”

Wayne Gretzky

O QUE É RECEPTIVIDADE?
RECEPTIVIDADE é um conjunto de atividades ou processos que visam aproximar a sua oferta e a sua comunicação empresarial do seu público alvo: os seus clientes atuais e dos seus clientes potenciais. 

RECEPTIVIDADE antecede o primeiro contato e objetiva gerar uma predisposição favorável, uma tendência aproximativa com você ou a sua empresa.

Por que gerar RECEPTIVIDADE?
Não importa qual seja o seu negócio, como ele é feito, se tem vendedores, ou se é um negócio virtual, pois todos e quaisquer negócios somente são feitos através de contatos. E a RECEPTIVIDADE é, na sua essência, promover e facilitar contatos com o seu público-alvo. 

Quem está envolvido na RECEPTIVIDADE?
Há sempre, no mínimo, duas partes envolvidas numa comunicação: o emissor, que é você ou a sua empresa, e o receptor, alvo da nossa comunicação, que no caso são os seus clientes ou os seus candidatos a clientes.

Onde praticar RECEPTIVIDADE?
Aqui há duas respostas possíveis, interdependentes:

1 – onde o cliente estiver mais propenso a receber a sua comunicação, e

2 – onde você coloca a sua comunicação? Qual o meio mais adequado
para transmiti-la ao seu público-alvo: 

– jornal, 
– jornal de circulação restrita, 
– revistas semanais, 
– revistas especializadas, 
– rádio, 
– “flyer” na caixa de correio
– tv aberta, 
– tv a cabo ou satélite, 
– “outdoors”, 
– panfletagem, 
– contatos pessoais, 
– telefonemas, 
– “folders”, 
– mala direta, 
– visitas, 
– convenções, 
– conferências,
– artigos, 
– indicações, 
– etc.?




Quando praticar RECEPTIVIDADE?
O primeiro impulso é responder: sempre. Porém a frequência alta de comunicação tentando capturar a atenção pode desgastar, dependendo da sua oferta e do seu público-alvo. Uma outra forma de pensar e atuar é descobrir quando o cliente será mais receptivo a receber as suas mensagens, informações e a sua oferta? 

Perceba o que diz o parágrafo anterior: não basta encontrar o seu cliente, você tem que encontrar os momentos nos quais ele esteja mais receptivo para receber a sua comunicação, ou seja, não basta saber quem é o cliente, mas saber também qual é o melhor momento para que a sua comunicação encontre ouvidos atentos para escutá-la.

Estas duas últimas perguntas “Onde?” e “Quando?” apresentam um conjunto de respostas que definem a efetividade da sua comunicação: chegar ao público certo, no local certo, no momento mais adequado. Não precisa muito mais do que isto, não é mesmo?

Como praticar a RECEPTIVIDADE?
Como aplicar o que se conhece a respeito das preferências dos clientes em termos de como ele compra, onde ele compra, como ele obtém informações, e tudo o que se refere a comportamentos e atitudes que levam os diversos segmentos desse público-alvo à compra?

Quanto gastar na RECEPTIVIDADE?
Essa é uma pergunta que depende do tamanho do seu bolso e do tamanho do seu problema. Só não há a possibilidade de você deixar de praticar a RECEPTIVIDADE, pois isso significa deixar de fazer negócios, que é a razão da existência da sua empresa.

RECEPTIVIDADE é o primeiro passo no caminho que leva a sua comunicação aos seus clientes potenciais. 

O conceito de RECEPTIVIDADE extrapola a antiga prospecção.

É neste “R” que você analisa, detecta e encontra quem é o seu cliente potencial, como, onde e quando encontrar esses seus clientes, onde e quando os seus clientes potenciais estão mais propensos a prestar atenção e analisar a comunicação que você quer e precisa levar a eles.

É aqui na RECEPTIVIDADE que você deve:

– identificar os seus clientes potenciais;

– identificar os lugares e ocasiões onde os seus clientes potenciais estejam presentes;

– escolher locais e horários onde os seus clientes estejam mais receptivos à receber as suas ofertas e as suas comunicações;

– identificar meios, formas e jeitos para levar a sua comunicação ao público-alvo;

– gerar aproximação com seus clientes, gerar tendências aproximativas com o seu cliente;

– fazer chegar aos seus clientes as informações dos benefícios que você oferta a eles, e as outras comunicações da empresa.




Enfim, RECEPTIVIDADE é provocar e gerir ocasiões aproximativas que antecedem o primeiro contato com o seu público-alvo.

Leitura Complementar:

RELEVÂNCIA: O 1º dos 5Rs

RECONHECIMENTO: O 2º dos 5Rs 

RESPONSIVIDADE: O 4º dos 5Rs

RELACIONAMENTO: O 5º dos 5Rs

Se você ou a sua empresa precisam encontrar os clientes certos, na hora certa, no local adequado, a Merkatus pode ajudá-los nessa aproximação. Contate-nos!

Carlos Alberto de Faria

Graduado em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) em 1972 e pós-graduado em Marketing de Serviços pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 1997. Mais de 40 anos de experiência em Marketing.

Este artigo pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, desde que
1º – mantida a autoria; 2º – divulgado o autor e 3º – divulgado o endereço do site  https://www.merkatus.com.br