Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. 
Mas se você não fizer nada, não existirão resultados.

Mahatma Gandhi

Há algumas pesquisas e premiações no mercado sobre “A MELHOR EMPRESA PARA SE TRABALHAR”.
Alguns tentam mostrar essas iniciativas como mera fachada, outros aproveitam a oportunidade e se colocam na frente da iniciativa.
Veja aqui as vantagens de quem se propõe a enfrentar este desafio.

Já é do conhecimento de muitos as premiações que acontecem, anualmente, na escolha das melhores empresas para se trabalhar.

Alguns comentam que é coisa de “marketing”, premiações feitas somente com a finalidade de aparecer na mídia.

As críticas a este tipo de premiação e reconhecimento, por mais dirigida que seja, o que eu duvido, pois implicaria em serem desmascaradas e perderem toda a credibilidade, o que as revistas e instituições que lhe dão suporte não se permitiriam.

É sim, no meu ponto de vista, um excelente projeto para se colocar em evidência, alavancando o desempenho da organização, definindo e ajustando alguns parâmetros do clima e da cultura organizacional.

– “Por quê?” – você me pergunta.

Estas são as maiores razões ou os principais benefícios – e não são poucos – que “A Melhor Empresa Para Se Trabalhar” traz: 

1. Recrutamento e Seleção

A empresa, por ser reconhecida como um excelente lugar para se trabalhar, tem diminuídos os seus custos de divulgação, recrutamento e seleção.

Muitos empregados e candidatos a emprego vêm a ela, espontaneamente, em busca de oportunidades de melhores empregos, ou de uma simples colocação.

Por outro lado, o risco que se corre é o número elevado de currículos que se tornam disponíveis para análise. Isto não é um problema, mas uma solução, pois se pode escolher a nata, os melhores dos melhores. 

Este é o “problema” que toda pessoa que trabalha com recrutamento e seleção gostaria de ter. 

É também o suave, doce e comum “problema” dos técnicos da seleção brasileira de futebol. Ter em sua equipe quase todos os melhores do mercado.

2. Retenção

Quanto mais os empregados se sentirem satisfeitos em trabalhar nessa empresa, mais diminui o “turnover”. A diminuição da saída de pessoal tem um reflexo positivo na dedicação e na moral da equipe de empregados. 

A retenção de empregados nada mais é do que um forte elo entre empresa e empregado, ou seja, o estabelecimento de um saudável relacionamento, a construção da lealdade.

Os empregados, que optam por permanecer na empresa, geram continuidade, e esta garante um maior conhecimento dos processos internos por parte dos empregados e permite a empresa conhecer com maior precisão as competências com as quais conta para vencer os desafios.

3. Lealdade

A lealdade mostra ter mão dupla.

A empresa CustomerSat, em conjunto com a Universidade Vanderbilt, realizaram estudos estatísticos comprovando a correlação forte entre a lealdade dos empregados e a lealdade dos clientes. 

O fator que, individualmente, mais contribui para promover a lealdade dos clientes, é a lealdade dos empregados. 




A satisfação do empregado produz a lealdade de empregados, que produz a lealdade de clientes, que produz mais e melhores negócios, que produz acionistas satisfeitos.

Portanto, lembre-se: 

– “Você quer ter clientes fiéis?”

Então comece fidelizando os seus empregados.

4. Desempenho

A diversidade de currículos gerada pelo bom nome da empresa faz com que ela recrute exatamente o que ela necessita, não somente o que estaria disponível no mercado, contribuindo para a formação de um círculo virtuoso, o desempenho crescente:

– pessoal melhor selecionado, 

– melhores níveis de desempenho, 

– maior produtividade, 

– maior confiança, 

– maior realização coletiva e pessoal, 

– melhor ambiente de trabalho, e 

– maior satisfação do empregado.

A satisfação crescente:

– reforça o relacionamento, 

– aumenta a dedicação, 

– o empregado veste a camisa, 

– o desempenho melhora, 

– melhora a produtividade e 

– a prestação dos serviços.

5. Marketing

A empresa, que é conhecida e reconhecida por ser uma excelente empresa para se trabalhar, gera uma relação de proximidade e aceitação por parte dos seus clientes.

Esta premiação garante um destaque positivo, tanto no mercado dos clientes da empresa, como no mercado daqueles que procuram empregos.

Isto ocorre, com muita força no mercado brasileiro, principalmente pela nossa cultura empresarial brasileira tradicional, que é, na maioria dos casos, aquela do “manda quem pode e obedece quem tem juízo”.

Os próprios empregados, por se sentirem participantes e pertencentes, fazem o marketing boca a boca, levando de forma positiva o nome da empresa para o mercado, tanto de clientes como de futuros e novos empregados.

Os investidores também são atraídos para investir nessa empresa, pois o melhor desempenho garante estabilidade e conduz a melhores resultados financeiros.

6. Clima organizacional

A satisfação dos empregados, a celebração de resultados globais e individuais, a busca contínua da excelência fazem com que o clima organizacional seja cada vez melhor.

7. Vantagem competitiva

Uma força de trabalho ímpar, dedicada e comprometida faz com que a empresa responda rapidamente às variações de demanda solicitadas pelo mercado, torna-se uma vantagem competitiva difícil de ser copiada e igualada. 

Após o relato destes benefícios “simples” fica evidente que os esforços despendidos nesta premiação são mais do que uma simples “jogada” de marketing, são passos estratégicos e largos na direção da excelência.

Se:

– melhora e aprimora o seu recrutamento e seleção, 

– constrói uma vantagem competitiva difícil de ser copiada ou igualada, 

– reforça o marketing para os seus clientes, para os futuros empregados e para os investidores, 

– melhora o clima da sua empresa, 

– melhora os resultados da sua empresa,

– aumenta a lealdade dos seus clientes, 

o que você e a sua empresa estão esperando?

Se a sua empresa precisa voltar-se ao mercado e buscar um diferencial competitivo, comece a transformar a sua empresa numa ótima empresa para os seus empregados trabalharem. Se você precisar de ajuda a Merkatus pode ajudá-lo. Contate-nos.

Confira aqui os 3 artigos mais lidos de janeiro:

As Nossas Necessidades E Os Nossos Desejos

Missão, Visão E Valores: O Que E Por Quê?

O NOME DA SUA EMPRESA: De A a Z

Construa uma excelente semana para você viver e trabalhar.

Carlos Alberto de Faria

Graduado em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) em 1972 e pós-graduado em Marketing de Serviços pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 1997. Mais de 40 anos de experiência em Marketing.

Este artigo pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, desde que
1º – mantida a autoria; 2º – divulgado o autor e 3º – divulgado o endereço do site  https://www.merkatus.com.br

🏆 Marketing Institucional 🏆 Os 10 artigos mais buscados da semana

  1. Potencial de Mercado: O Que É e Como Medir?
  2. O que é ENTROPIA na administração?
  3. Missão Visão & Valores: Por Que, O Que, e Como? Exemplos
  4. SERVIÇOS: As expectativas dos clientes
  5. VENDENDO PLANOS
  6. A Pirâmide de Maslow
  7. SERVQUAL: Método Para Medir A Qualidade Dos Serviços – Exemplo
  8. Dicas Práticas para ATENDIMENTO PESSOAL
  9. Fatores chave de Sucesso – Os 5R’s
  10. O Marketing cria NECESSIDADES?