CARLOS ALBERTO DE FARIA  apresenta:
BOLETIM ELETRÔNICO SEMANAL - BES Assinar o BES, clique aqui!

O PLANO DE NEGÓCIO É NECESSÁRIO?

Eu comungo com a sua idéia, não há fórmulas prontas para o sucesso. Nem para Planos de Negócio!

A elaboração do seu plano de negócio deve ser um processo de amadurecimento da sua idéia frente à realidade de um mercado, não precisa de receita, embora para alguns ela seja útil.

Afinal nunca houve uma pessoa como você, e também nunca o mercado foi do jeito que está hoje. Portanto o seu Plano de Negócio tem que servir para você e para o seu mercado, tem que ser tanto flexível quanto abrangente...

No seu Plano de Negócio devem ser analisadas as interações do seu empreendimento com o mercado no qual você vai se inserir: planejamento financeiro, mercadológico (clientes e concorrentes), de recursos humanos, de fornecedores, dos seus processos de produção, análise de viabilidade econômica, capital de giro, tempo de maturação, fluxo de caixa, etc.

O planejamento do seu negócio deve analisar as oportunidades e ameaças para criar o seu caminho, o mapa que vai ajudar a você interagir com a sociedade e a percorrer um caminho que leve, você e sua empresa, ao sucesso.

Haverá partes do seu plano de negócio que serão difíceis, pode não haver preparação e competências disponíveis, no momento, para a sua elaboração, mas antes de ser um obstáculo, é a oportunidade de se pensar no que nossos olhos não vêem, não estão preparados, para deixar de sermos surpreendidos com a dura realidade do mercado.

A possível falta de preparação e competência podem ser um ótimo indício de que o tópico precisa ser mais bem compreendido. É o plano de negócio oportunizando o seu aprendizado, melhorando a sua competência para a sua ação efetiva no mercado.

Aquele assunto que você não entende, que você deixa para depois, que não faz o seu feitio, pode ser a porta de entrada para o seu insucesso.

Aprender e apreender o seu negócio e o seu mercado é empreendedorismo.

É a tal história de que crise é oportunidade. Mas se você se abater com a crise, não alcançará a oportunidade.

A elaboração de um Plano de Negócios é um planejamento, é também um exercício para criar liberdade de atuação no seu percurso futuro. Não pode ser visto jamais como amarras que impeçam a realização do seu sonho.

Planejar é permitir que a sua intenção pensada, refletida e madura conduza a sua ação, é fazer com que a sua ação seja orientada pelo seu propósito, é colocar a sua ação a serviço da realização do seu sonho.

Leia esta página: INFORMAÇÃO E AÇÃO.

É fato que várias idéias, quando confrontadas com a construção de um mapa, que norteie o caminho a ser percorrido, não chegam ao fim. Morrem no nascedouro. Nestes casos pode ter havido duas causas mais prováveis, entre outras:

- o pessoal que estava elaborando o plano percebeu que a idéia não tinha substância, não conseguiria levantar vôo e o desânimo se apossou da turma; ou
- o pessoal é avesso ao planejamento e isto trouxe o desânimo.

Uma conjunção dos dois fatores acima não está descartada.

No Brasil temos a mania, a cultura de uma idéia na cabeça e mãos à obra!

O planejamento, ao contrário do que se propaga, não é uma camisa de força, é a oportunidade de você pensar no futuro e traçar caminhos. Mas os caminhos não são e não devem ser encarados como aprisionamento, muito pelo contrário.

Um caminho planejado é um mapa, nunca é o caminho. E nada substitui o exercício do caminhar físico. E mapa e caminho são completamente diferentes, embora complementares:

- o mapa serve para encontrar o caminho; mapa é uma representação da realidade, é o seu Plano de Negócio;

- caminho é aquilo que você percorre, que você desbrava no mercado a cada passo.

O mapa orienta-o; percorrer o caminho confere a você experiência.

Você deve sempre obter a orientação no mapa (o seu Plano de Negócios) apara percorrer o caminho físico, no dia a dia.

Quando o mapa está diferente da realidade, você volta e verifica os por quês. Você faz as adaptações ou constrói um novo mapa, adequando o mapa à realidade do que você está encontrando no seu percurso.

A realidade é o que é, é indiscutível. Já o plano de negócio não, ele é o guia, o mapa que nos leva ao sucesso, que pode e deve ser refeito sempre que este mapa estiver fora da realidade. O mapa sempre tem que se submeter à realidade, e apontar caminhos.

Mas abandonar o seu mapa, não se preocupando com a direção para onde você vai, é o mesmo que abdicar do que leva você à frente.

Agir sem um mapa é o mesmo que dizer que você coloca o seu caminhar na dependência do que você encontra pela frente.

Você perde o rumo, vai se adaptando ao que acontece no momento, a cada passo.

Você viaja, não com um sentido, mas ao sabor das ondas e dos ventos.

Você reage à realidade a cada momento, não ajuda a mudar a realidade, não ajuda a criar uma nova realidade, a realidade da sua empresa, constantemente se adaptando, se curvando à realidade.

Toda criação de um novo negócio é uma nova inserção no mercado, uma intervenção na sociedade. Essa inserção precisa ser planejada para gerar os resultados que você quer, não aqueles que o sabor das ondas podem levá-lo.

Eu costumo dizer que planejar é o exercício da liberdade de escolha, que ao final é o exercício da nossa liberdade, pois a nossa liberdade só nos serve para que possamos fazer nossas próprias escolhas.

Quando você pensa no que você quer e planeja uma ação, está se precavendo de que o sabor dos ventos ou as intempéries o levem para onde você não quer.

O planejamento coloca você como um organismo ativo na determinação do caminho que você quer percorrer rumo ao seu objetivo. Com o planejamento você age sobre a sociedade.

A falta de planejamento faz com que você percorra o caminho mais fácil no momento, aquele que tira você do sufoco, a cada momento. Na falta de planejamento é a sociedade de age sobre você.

No fim a escolha entre planejamento e falta de planejamento, entre elaborar um Plano de Negócio ou não, é a escolha entre:

- a liberdade de fazer o que você quer, ser um organismo ativo no rumo e na construção do seu futuro,

- a assunção de que você é mais uma peça na grande engrenagem da vida, ser alguém sem vontade própria, sem sequer um sonho a perseguir.

Sugerimos a leituras desteas artigos complementares:

Pronto para fazer o seu plano de negócio e aprender com a elaboração dele?

Ou não?

O plano de negócios da sua empresa está sendo seguido? Os resultados são os esperados?

Caso você queira mais informações sobre a elaboração ou re-elaboração do seu Plano de Negócio para que você possa empreender com mais segurança, a Merkatus pode ajudar.

Para maiores detalhes, leia a página PERGUNTAS E RESPOSTAS ou contate-nos:

047 3369-2465
MSN: cafaria@merkatus.com.br
Skype: caf1948

Construa uma ótima semana para você

Carlos Alberto de Faria
Merkatus - Ajudando nossos clientes a atrair clientes
Merkatus ONLINE: Resolvendo também os seus problemas

__________________________

Nós teremos o prazer de atendê-lo, caso você queira saber mais sobre estas e outras estratégias atrair mais e melhores clientes, ou ainda comentar algum aspecto deste Boletim Eletrônico Semanal. Não hesite em contatar-nos:

Merkatus - Ajudando nossos clientes a atrair clientes

contato@merkatus.com.br ou

047 369-2465

Se você quiser assinar GRATUITAMENTE este Boletim Eletrônico Semanal, cadastre-se aqui:

http://www.merkatus.com.br/10_boletim/index.htm . Nesta mesma página podem ser encontrados os Boletins Semanais anteriores.

Caso queira cancelar o recebimento deste Boletim Eletrônico Semanal basta nos enviar um "E-MAIL" para contato@merkatus.com.br preenchendo o campo "ASSUNTO" OU "SUBJECT" com a palavr
a DESCADASTRAR.
______________________

Este Boletim Eletrônico Semanal é uma prática de disseminação de conhecimento adotada pela Merkatus, através do correio eletrônico, de circulação restrita e exclusiva para pessoas, instituições ou empresas que manifestaram o interesse em recebê-lo. Este Boletim Eletrônico Semanal aborda temas que ajudam as pessoas, as empresas e as instituições a aprimorar: a obtenção de mais e melhores clientes certos, a conformidade do que produzem ou fazem à demanda do seu mercado, a aproximação de interesses convergentes entre a demanda e a oferta, dentro da área de serviços. É nosso intuito promover o desenvolvimento pessoal e aprimorar as relações comerciais do mercado.
.Este Boletim Eletrônico Semanal pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, desde que
1º - mantida a autoria;
2º - divulgado o autor e
3º - divulgado o endereço do "site"  http://www.merkatus.com.br.

© Copyright 2004, Carlos Alberto de Faria, Merkatus
Este "site" foi desenvolvido pela Merkatus.