INFORMAÇÃO  X  AÇÃO

 

O CAMINHO NA BUSCA DO SEU SUCESSO

O conhecimento precede o agir, mas a ação necessária que muda o mundo tem que se basear no conhecimento, para que as mudanças ocorram com a efetividade desejada.

Ao longo da minha vida notei que algumas pessoas têm certa dificuldade na realização de tarefas complicadas e na resolução de problemas complexos, principalmente quando envolve várias pessoas e processos.

Isto me intrigou durante alguns anos até que me veio à mente, como num sonho, a falsa dicotomia entre informação e ação.

Nessa hora, como se de repente viesse luz, ficou claro que as pessoas, todas elas, trabalham sempre com informação e ação. O que varia é o grau com que cada um trabalha com esses dois elementos básicos.

Veja uma explicação no gráfico abaixo, para uma pessoa que trabalha em qualquer área da sua empresa ou fara dela:

Neste gráfico podemos identificar, a título de traçar perfis, 4 tipos de trabalhadores da área comercial:

O PENSA POUCO, FAZ POUCO
Tem pouca informação e tem pouca ação. Ele "vende algo" que todos podem vender. Ele é uma pessoa que no mercado tenta empurrar a quem lhe aparece à frente o pouco que ele tem para ofereccer. O seu foco é vender o pouco que ele sabe e faz.

O VOLUNTARIOSO
Trabalha bastante e pesado. Este é o quadrante da maioria dos profissionais, eles colocam toda a sua ação, todos os seus esforços e tempo para a consecução do seu trabalho. Eles têm pouca informação, o que eles "vendem" é "mão de obra", o que eles sempre estão dispostos a fazer. O seu foco é o processo que ele faz, "manda que eu faço", é ir à luta.

O FALA MUITO
É o especialista, é o propfessor. Ele tem o domínio da informação e é essa informação que ele vende. O foco de sua venda é a informação especializada, o conhecimento. Por exemplo, um professor de marketing pode elaborar um excelente plano de marketing, mas pode ter dificuldades em implantá-lo.

O REALIZADOR
Ele tem, além da informação e conhecimento, habilidades para aplicar praticamente essas informações e conhecimentos de maneira útil para solucionar os problemas os seus própriosproblemas, os problemas de quem o contrata.

O REALIZADOR, além de lançar-se à ação, pois não basta fazer, há que se fazer o que deve ser feito, tem a informação que o leva a fazer o que traz produtividade para a sua empresa. E o que deve ser feito é fornecido pala informação. O foco dos seus esforços e do que ele "vende" e busca é a solução efetiva dos problemas do seu cliente (*).

Você, quando tem um problema, como a grande maioria dos empreendedores, empresários e clientes, você busca:

- voluntariedade,
- informações que você não sabe por em prática,
- alguém que seja um bom "pau mandado", ou
- alguém que lhe traga os resultados que o conduzam ao sucesso?

Você pode ser O REALIZADOR da sua empresa, ajudando efetivamente seu cliente a obter as soluções que ele busca e que sua empresa, não por acaso, produz.

O REALIZADOR utiliza-se não somente o conhecimento, que precede o agir, mas a ação necessária, baseada no conhecimento, para que as mudanças ocorram para produzir os resultados que você deseja.

Esse par "Informação e Ação" é exaustivamente utilizado ao longo deste sítio, por todo material que eu produzo e nas minhas atuações na sua busca:

- para atrair mais e melhores clientes para a sua empresa,
- para que você faça mais e melhores negócios,

atingindo o sucesso que você busca e merece.

(*) Recomendamos a leitura do artigo: "Vendedor ou facilitador de compra?", na seção Artigos.

© Copyright 2003, Carlos Alberto de Faria, Merkatus
Este "site" foi desenvolvido pela Merkatus.