CARLOS ALBERTO DE FARIA  apresenta:

BOLETIM ELETRÔNICO SEMANAL - BES Para assinar, clique aqui!

 

FALTA MOTIVAÇÃO NA SUA EMPRESA?


A motivação é uma porta
cuja chave só abre por dentro.
Anônimo


_________ _____________________________________________
Resumo:
É possível motivar alguém?
Todas as pessoas podem ser motivadas?
Como motivar os empregados?
As pessoas são diferentes, e como levá-las a ter um desempenho acima da média?
____________________________________________________________________


Você quer que os seus empregados vistam a camisa da sua empresa? Você quer repostas a estas perguntas?

Você quer desempenhos excepcionais dos seus empregados?

Você quer que ter empregados motivados parao trabalho?

Muitos empresários e empreendedores fazem estas perguntas, e nem todos têm ou encontram as respostas.

Hoje responderemos a algumas destas perguntas,  particularmente, as razões que levam à existência de tantos empregados desmotivados.

Estas perguntas frequentes começaram a ter as suas respostas que no BES anterior, onde apresentamos as necessidades do ser humano, segundo Maslow, que você pode ler aqui:

AS NOSSAS NECESSIDADES E OS NOSSOS DESEJOS ,

mas diversas pessoas ainda têm dúvidas quanto às respostas, pois nem sempre é fácil conectar a teoria do Maslow com a vida empresarial prática do dia a dia.

A Pirâmide de Maslow, como também é conhecida, apresentada no artigo acima, mostra uma direção que cada e todo ser humano busca para satisfazer as suas necessidades.

Resumimos aqui o apresentado naquele artigo:


1. Necessidades fisiológicas:
Estas são as necessidades mais básicas, mais físicas (água, comida, ar, sexo, etc.).

2. Necessidades de segurança
Procuramos fugir dos perigos, buscamos por abrigo, segurança, proteção, estabilidade e continuidade.

3. Necessidades sociais
O ser humano precisa amar e pertencer. O ser humano tem a necessidade de ser amado, querido por outros, de ser aceito por outros.

4. Necessidades de "status" ou de estima
O ser humano busca ser competente, alcançar objetivos, obter aprovação e ganhar reconhecimento, ter autoestima e obter heteroestima.

5. Necessidade de autorealização
O ser humano busca a sua realização como pessoa.


A representação gráfica da Pirâmide de Maslow está abaixo:

 

 

 

 

Isto, segundo Maslow, é tudo o que você tem à sua mão para trabalhar a motivação humana.

Essa pirâmide também é conhecida por Hierarquia das Necessidades de Maslow, pois as necessidades humanas caminham da base para o topo.

Maslow também disse que o ser humano nunca ocupa mais do que dois níveis em sua pirâmide.

Explicando: isto quer dizer, por exemplo, que uma pessoa que esteja com algumas necessidades de segurança não atendidas, jamais vai ter ou buscar atender as necessidades de status ou estima.

Hoje, vamos comentar somente o que leva à falta de motivação, ou seja, não adianta esperar uva e damasco de pé de mamona.


A FALTA DE MOTIVAÇÃO

Maslow informou que as necessidades fisiológicas e de segurança não motivam ninguém, que somos compelidos a atender estas necessidades básicas, às quais ele deu o nome de higiênicas:


- A não satisfação destas necessidades são fatores de desmotivação.

- O atendimento destas necessidades higiênicas não leva a pessoa a se motivar.


As necessidades sociais fazem o meio de campo entre as necessidades não motivadoras e as motivadoras:


- as necessidades que realmente compelem as pessoas a caminhar na busca dos seus sonhos de status e autorealização, e

- aquelas que nada fazem em termos de motivação: as duas primeiras, a base da pirâmide, as que ele denominou de Fatores Higiênicos.


As necessidades sociais, portanto, em seu início, também não contribuem para alavancar desempenhos, mas representa a transição, e é nesta necessidade que tem início a possibilidade de trabalhar a motivação do seu empregado.

Com isto fica claro que, com pessoas – empregados – que estejam passando fome, sem abrigo decente, sem se sentir participante de um grupo social, pois ele tem que batalhar a comida do dia e a segurança, é impossível fazê-lo vestir a camisa da sua empresa.

Com essas pessoas acima, a grande batalha para elas é o prato de comida do dia, um local abrigado e seguro para dormir. Ele batalha e trabalha para fazer com que estas condições existam, para si e para a sua família, se ele a tiver.

Não espere motivação destas pessoas acima, é o mesmo que tirar leite de poste. Estas pessoas jamais vestirão a camisa da sua empresa.

Estas pessoas não possuem norte, no sentido de construir uma vida, eles constroem a cada dia, exclusivamente, a sua sobrevivência. A sobrevivência é o norte.

Isto tem que ficar bem entendido, pois alguns empresários e empreendedores criticam estas pessoas pelas suas atitudes e comportamentos, por só enxergarem o salário, sem maiores compromissos, mas na realidade esses empresários e empreendedores:


- mostram falta de conhecimento de como o ser humano é e age,

- isso os conduz a ter falta de empatia com o próximo necessitado,

- o que conduz a preconceitos, julgamentos, rótulos...


A falta de conhecimento de como o ser humano é e age, leva à incompreensão, esta, por sua vez, ao distanciamento. Isso, definitivamente, não ajuda os empresários e empreendedores, nem um pouco, a resolver o problema:

 

- eles acham que o empregado é "safado", que não quer nada com o trabalho...;

- os empregados, no estágio que estão, só podem enxergar o salário;

- não se consegue estabelecer um diálogo pelas visões distintas e pelos pressupostos totalmente diferentes dos quais cada lado parte.


Este é um problema real vivenciado no dia a dia de muitas empresas.

Se a sua empresa tem empregados que estejam nos dois primeiros níveis da Pirâmide de Maslow, ou no início da do terceiro nível, estas pessoas jamais vestirão a camisa da sua empresa.

Leia o artigo anterior:

VESTINDO A CAMISA.

A sua empresa e você já haviam atentado para este fato?

Não é toda pessoa humana que está preparada para "estar motivada".

Quem você recruta?

Dúvidas de como fazer para contratar pessoas motivadas? A Merkatus pode ajudar você e sua empresa.

Contate-nos diretamente, ou ainda leia a página PERGUNTAS E RESPOSTAS para maiores informações sobre nossos serviços:

calfaria@merkatus.com.br ou
0 XX 47 3369-2465 ou
MSN: cafaria@merkatus.com.br

Construa uma semana excelente.

Carlos Alberto de Faria
Merkatus - Ajudando nossos clientes a atrair clientes.
Merkatus ONLINE - Resolvendo os seus problemas.

_________________________
Nós teremos o prazer de atendê-lo, caso você queira saber mais sobre estas e outras estratégias de marketing de serviços, ou ainda comentar algum aspecto deste Boletim Eletrônico Semanal. Não hesite em contatar-nos:

Merkatus - Ajudando nossos clientes a atrair clientes

contato@merkatus.com.br ou

047 3369-2465

Se você quiser assinar GRATUITAMENTE este Boletim Eletrônico Semanal, cadastre-se aqui:

http://www.merkatus.com.br/10_boletim/index.htm . Nesta mesma página podem ser encontrados os Boletins Semanais anteriores.

Caso queira cancelar o recebimento deste Boletim Eletrônico Semanal basta nos enviar um "E-MAIL" para contato@merkatus.com.br preenchendo o campo "ASSUNTO" OU "SUBJECT" com a palavra DESCADASTRAR.
______________________

Este Boletim Eletrônico Semanal é uma prática de disseminação de conhecimento adotada pela Merkatus, através do correio eletrônico, de circulação restrita e exclusiva para pessoas, instituições ou empresas que manifestaram o interesse em recebê-lo. Este Boletim Eletrônico Semanal aborda temas que ajudam as pessoas, as empresas e as instituições a aprimorar: a obtenção de mais e melhores clientes certos, a conformidade do que produzem ou fazem à demanda do seu mercado, a aproximação de interesses convergentes entre a demanda e a oferta, dentro da área de serviços. É nosso intuito promover o desenvolvimento pessoal e aprimorar as relações comerciais do mercado.
.Este Boletim Eletrônico Semanal pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, para fins não comerciais, desde que
1º - mantida a autoria;
2º - divulgado o autor e
3º - divulgado o endereço do "site"  http://www.merkatus.com.br.

© Copyright 2009, Carlos Alberto de Faria, Merkatus
Este "site" foi desenvolvido pela Merkatus.