CARLOS ALBERTO DE FARIA  apresenta:
 BOLETIM ELETRÔNICO SEMANAL - BES Assinar o BES, clique aqui!



 

COMO OBTER O DESEMPENHO EFETIVO?


Eu sei que você acredita que você entendeu o que você pensa que eu disse,
mas eu não tenho certeza de que você o fará pois o que você escutou
não é o que eu quis dizer.
Autor desconhecido

- "Na minha empresa quando alguma "coisa" não vai bem com uma equipe, chama-se o pessoal do RH para conferir se há problemas de treinamento." - é o que você me diz.

Primeiro: o treinamento deve ser uma fonte de solução para alguns problemas, não para todos os problemas. E os problemas da sua empresa são de desempenho!

A famosa LNT - Levantamento Das Necessidades De Treinamento – pode acabar virando um fim em si própria.

O seu pessoal do RH sai para uma rodada de entrevistas com os líderes e supervisores, chegando em alguns casos até os empregados, verificando as necessidades de treinamento que eles enxergam ou propõem. Estas necessidades são consolidadas das mais diversas formas possíveis e é feito um orçamento. O orçamento, em muitos casos, é cortado pela metade, ou mais, e então aprovado.

O treinamento nunca é abandonado, tanto que apesar do orçamento cortado (mais uma vez!), o RH treinará mais pessoas este ano do que no ano passado. Isto lhe parece familiar?

Cada vez mais se treina na sua empresa, mas os resultados não aparecem. Isso acaba tendo reflexos nos dois lados: a sua empresa não atinge os objetivos desejados, e o treinamento vira, efetivamente, um problema, pois não soluciona, como era esperado, o problema do desempenho.

Os líderes não acreditam no RH e o pessoal do RH, desacreditado, fica apático e desanimado, sem ação.

Por que você e sua empresa não obtêm o desempenho efetivo?

Para ver o conceito de efetivo que utilizamos, leia nosso artigo:

Eficaz, Eficiente Ou Efetivo?

A LNT pode deixar de levar em consideração alguns aspectos extremamente importantes. É necessário fazer um diagnóstico de desempenho, não somente de competências. Um diagnóstico entre o que está acontecendo na sua empresa e o que ela tem como expectativa.

Desse diagnóstico brotam soluções, tanto para a correção de problemas como para possíveis inovações.

Correção de problemas é voltar à normalidade.

Inovação é dar um salto positivo no desempenho.

Volta à normalidade e dar saltos positivos no desempenho parecem música no seu ouvido, não é?

O desempenho de qualquer empregado deve ser analisado ou dividido em três partes (a LNT só levanta, freqüentemente, as competências):

- Lacunas em Conhecimento, Habilidades e Atitudes (CHA):

Há alguma lacuna entre os CHA necessários para o desempenho excelente e os CHA disponíveis para a execução de uma tarefa.

Esta é uma das responsabilidade do RH: diminuir as lacunas entre as competências necessárias ao desempenho e as competências existentes.

O treinamento pode ser uma solução, outra pode ser recrutar no mercado pessoas com as competências desejadas.

- Lacunas motivacionais:

Há barreiras motivacionais que podem impedir o desempenho excelente.

Por exemplo: o empregado é cobrado e elogiado por atividades e tarefas não previstas inicialmente, afastando-o de sua atividade ou tarefa necessária. Ou ainda: há premiações que incentivam os vendedores competirem entre si, mas o espírito de equipe é necessário para alcançar o desempenho empresarial esperado.

De quem é a responsabilidade pela quebra de barreiras à falta de sintonia e de foco das premiações, incentivos, benefícios e reforços com os resultados esperados? A sua LNT levanta estes casos? Se a LNT não levanta estes casos, quem levanta?

- Lacunas ambientais ou sistêmicas:

Este é um aspecto importantíssimo: inclui a informação, os recursos, as ferramentas, os equipamentos e os sistemas necessários para o desempenho correto e esperado .

Na sua empresa não acontece, mas há casos bastante freqüentes nos quais as condições de treinamento são diferentes das condições de trabalho: o alicate especial que se usou no treinamento não existe no trabalho real. Ou ainda, o pessoal de vendas não tem um canal de comunicação direto com o pessoal do marketing.

A LNT, que é desenvolvida na sua empresa, trata da pesquisa destas lacunas ambientais ou sistêmicas? De quem é a responsabilidade por este levantamento?

E isto, ocorre? O pessoal de vendas culpa o pessoal do marketing, que por sua vez culpa o pessoal de vendas?

Este é um caso que a solução passa pelas três lacunas: o CHA, a motivação e os sistemas.

A falta de senso de destino comum coloca em lados diferentes, quem está no mesmo barco. A identificação do empregado com a área em que trabalha é mais forte que a identificação com a empresa, ou seja, a sensação é de pertencer a uma área e não a uma empresa. A empresa é algo distante...

A solução do caso acima é alinhar as duas equipes com as estratégias e objetivos empresariais, comprometendo os lideres e supervisores das duas áreas, que devem responder conjuntamente por metas integradas. A comunicação - troca de informação - entre as duas áreas tem que ser incentivada e ter o suporte de sistemas de comunicação.

Ou seja, esta solução passa pelos CHA (atitude), pela motivação (estamos todos remando o mesmo barco) e um sistema de comunicação.

Note que a falta de motivação de uma equipe pode ser provocada por deficiência em atitude de liderança de um supervisor, ou gerente, e pela falta de comunicação (ou transparência) da empresa:

- Ele não informa expectativa da empresa com relação ao desempenho esperado da equipe.

- Ele não incentiva, nem tampouco provê os meios necessários para que o desempenho seja factível.

- Ele não se coloca como facilitador dos empregados para que estes atinjam o desempenho esperado.

- Ele não incentiva cada empregado ao desempenho.

- Ele é um capataz, cobra exaustivamente os empregados, sem orientá-los.

Uma ressalva importante, muito importante: se o RH não tem o "poder" de diagnosticar as lacunas motivacionais e as ambientais ou sistêmicas, pode estar havendo, em sua empresa, algo que fica por baixo do tapete, e nada se resolve. E o padrão de desempenho vai continuar abaixo da expectativa.

Desta forma, relatada acima, o treinamento vira realmente um problema, já que é o único remédio disponível: você trata micose do pé com analgésico. E imagine, a micose não sara apesar das doses maciças de analgésico ministradas!

Gasta-se errado, gasta-se muito e os problemas não se resolvem sozinhos, diminuindo a auto-estima e o desempenho.

Há uma briga surda de poder entre as diretorias operacionais e a diretoria de RH? Estas diretorias não são da mesma empresa? Não estão no mesmo barco?

Este desempenho abaixo da expectativa nada mais é do que falta de produtividade, diminuição da competitividade da sua empresa. Falta de colaboração, cada uma trilha o seu próprio caminho.

Você quer sua empresa produtiva e competitiva ou não?

Se você quiser uma empresa com alto desempenho então diminua as lacunas dos CHA (comportamentos, habilidades e atitudes), as lacunas motivacionais e as lacunas ambientais ou sistêmicas, continuamente, ao longo do tempo.

Para ler mais sobre o assunto: "Encaixando As Necessidades De Treinamento".

Se a sua empresa está pensando em melhorar o desempenho e aumentar a produtividade, a Merkatus pode ajudar. Para maiores detalhes, contate-nos:

calfaria@merkatus.com.br ou

047 3369-2465.

Que o resultado do seu desempenho produza uma excelente semana.
__________________________
Nós teremos o prazer de atendê-lo, caso você queira saber mais sobre estas e outras estratégias atrair mais e melhores clientes, ou ainda comentar algum aspecto deste Boletim Eletrônico Semanal. Não hesite em contatar-nos:

Merkatus - Ajudando nossos clientes a atrair clientes

contato@merkatus.com.br ou

047 369-2465

Se você quiser assinar GRATUITAMENTE este Boletim Eletrônico Semanal, cadastre-se aqui:

http://www.merkatus.com.br/10_boletim/index.htm . Nesta mesma página podem ser encontrados os Boletins Semanais anteriores.

Caso queira cancelar o recebimento deste Boletim Eletrônico Semanal basta nos enviar um "E-MAIL" para contato@merkatus.com.br preenchendo o campo "ASSUNTO" OU "SUBJECT" com a palavr
a DESCADASTRAR.
______________________

Este Boletim Eletrônico Semanal é uma prática de disseminação de conhecimento adotada pela Merkatus, através do correio eletrônico, de circulação restrita e exclusiva para pessoas, instituições ou empresas que manifestaram o interesse em recebê-lo. Este Boletim Eletrônico Semanal aborda temas que ajudam as pessoas, as empresas e as instituições a aprimorar: a obtenção de mais e melhores clientes certos, a conformidade do que produzem ou fazem à demanda do seu mercado, a aproximação de interesses convergentes entre a demanda e a oferta, dentro da área de serviços. É nosso intuito promover o desenvolvimento pessoal e aprimorar as relações comerciais do mercado.
.Este Boletim Eletrônico Semanal pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, desde que
1º - mantida a autoria;
2º - divulgado o autor e
3º - divulgado o endereço do "site"  http://www.merkatus.com.br.

© Copyright 2004, Carlos Alberto de Faria, Merkatus
Este "site" foi desenvolvido pela Merkatus.