“A alegria só é verdadeira para aquelas 
pessoas que dedicam sua vida para servir.” 

Leon Tolstoi

RESUMO:
Como você monta a sua máquina de “produzir” clientes?
Quais etapas deve ter essa sua máquina que “produz” clientes?
Que cuidados você deve ter?
Quais são as medidas que ajudam essa sua máquina a “produzir” clientes?




Há muitos anos atrás, quando comecei a me dedicar ao marketing, eu tive a oportunidade de ler o livro “A Hora Da Verdade”, de Jan Carlzon.

Se você trabalha ou quer trabalhar com serviços, a leitura desse livro é obrigatória.

O livro contém a prática de como se faz uma empresa voltada a atender o seu mercado.

Esse livro trazia, em suas páginas iniciais, uma apresentação escrita por Paulo Jacobsen, que contém uma pequena fábula oriental que o Paulo escutou, falando mais ou menos isso:

Um poderoso e rico monarca, há muitos anos atrás, procurando a Sabedoria, propôs a seus súditos as três maiores interrogações da sua vida:

– Qual o momento mais importante na vida de um homem?
– Qual é a pessoa mais importante?
– Qual a tarefa mais importante a ser feita?

A partir deste momento, eu passo a relatar a minha leitura desta pequena fábula, à qual eu adicionei mais uma pergunta, 

– Quem começa esta mudança?

que para mim, as respostas a estas quatro perguntas contém:

– a essência do marketing de serviços,
– as regras para alcançar a felicidade;
– a essência do servir, e 
– a essência da vida.

As respostas a estas perguntas, resumidamente, estão abaixo:

1º) QUAL O MOMENTO MAIS IMPORTANTE NA SUA VIDA?
O único momento no qual podemos exercer a vida, praticar ações, fazer e acontecer, é o momento presente. Este é o motivo pelo qual ele se chama presente. O momento presente recebe o nome de HORA DA VERDADE, pois é somente neste momento que as “coisas”, sejam lá quais forem elas, podem acontecer.

A HORA DA VERDADE, o presente, é onde e quando tudo acontece.

O passado nada mais é do que lembrança. Viver de lembranças é ter um pé no passado, divorciado da realidade presente, portanto fora de sintonia.

Nós podemos e devemos ter lembranças, de preferência boas lembranças. Agora abandonar o momento presente, e ficar ancorado no passado, é negar a ação no momento presente, é viver de saudades.

Já o futuro nada mais é do que esperança. Ter esperança é esperar que algo aconteça no futuro, também divorciado da realidade presente, e também fora da sintonia com o momento presente.

Eu, certa vez, cometi um poema que era assim:

ESPERANÇA

“A espera
lança pra frente
o que só a imaginação
alcança.”

Sonhar é preciso, e adicionalmente ao sonho e de forma integrada a este sonho, é necessário construir o futuro, no dia a dia, no momento presente, caso contrário fica sempre só isso: um simples sonho irreal.

Peter Drucker, o maior guru da administração do século XX, disse certa vez:

– “A melhor forma de prever o futuro é começar a construí-lo hoje.”




2º) QUAL É A PESSOA MAIS IMPORTANTE NA SUA VIDA?
Esta resposta não tem escapatória, pois se o momento mais importante da minha vida é o momento presente, a pessoa que está à sua frente, nesse momento presente, é a pessoa mais importante.

Essa pessoa pode ser:
– seu marido,
– o cobrador do ônibus, 
– a caixa do supermercado, 
– seu filho, 
– seu esposo,
– o seu Deus, 
– você mesmo, em seus momentos de intimidade com você próprio;

enfim toda e qualquer pessoa que passa pela sua vida, em cada momento presente.

Estes momentos presentes não nos esperam, escoam entre nossos dedos à razão de 60 segundos por minuto, 60 minutos por hora, 24 horas por dia, 365 dias por ano, em cada ano de nossas vidas.

3º) QUAL A TAREFA MAIS IMPORTANTE A SER FEITA NESSE MOMENTO, COM ESSA PESSOA?
Só a vida é que nos fornece esta oportunidade, a oportunidade de nos relacionarmos. Devemos aproveitar estas oportunidades para tornar quem está à nossa frente, em cada momento presente, através de nossas ações, em uma pessoa feliz.

Simples, direto e prático: torne feliz a pessoa à sua frente, em cada momento presente da sua vida. 

– “Se todos, no mundo, adotassem estas regras, como seria o mundo?” – eu me pergunto, e eu mesmo respondo:

– “O mundo seria muito mais feliz!”

Resta responder a quarta pergunta:

4º) QUEM COMEÇA ESTA MUDANÇA?
A resposta só pode ser uma: EU!

Alguns dão a resposta nós, o que é uma tentativa de retirar ou repartir a responsabilidade sobre a própria pessoa, dividindo-a. Não dá para compartilhar esta responsabilidade.

A única pessoa sobre a qual temos parcial domínio é a nossa pessoa, este ser individual que somos cada um de nós.

Estas quatro perguntas e respostas eu intitulei, para mim, como AS REGRAS DA FELICIDADE.

Há um texto, muito maior e com mais detalhes, do que foi esta minha caminhada e suas descobertas, propiciada por estas perguntas tão simples que mudaram a minha vida. Se você se interessar:

A HORA DA VERDADE ou AS REGRAS DA FELICIDADE

Mahatma Gandhi tem uma frase, dita a um repórter, que pedia uma entrevista, que serve de visão para aqueles que tanto entendem como praticam estes ensinamentos:

– “Minha vida é o meu legado!”

Para falar isso é necessário ser um santo; coisa que minha humilde condição humana, com minhas inúmeras fraquezas, não me permite, mas que é um ótimo caminho, isso é.

E você, você poderia falar que sua vida é o seu legado?

Você percebe a relação que existe com a prática desta ESSÊNCIA DO SERVIR e o seu marketing pessoal? 

O que tem tudo isto com o marketing de serviços?

E com a sua empresa?

E com a sua postura frente à sua família?

E com a sua postura frente à vida?

Você e sua empresa precisam ter embutido, na sua estratégia de ação no mercado, a essência do servir. Somente com a essência do servir você reflete verdade e consistência em suas ofertas. A Merkatus pode ajudá-lo a implantar a essência do servir. Contate-nos já. 

Construa uma semana feliz!

Carlos Alberto de Faria

Graduado em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) em 1972 e pós-graduado em Marketing de Serviços pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 1997. Mais de 40 anos de experiência em Marketing.

Este artigo pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, desde que
1º – mantida a autoria; 2º – divulgado o autor e 3º – divulgado o endereço do site  https://www.merkatus.com.br