SERVIÇOS GRATUITOS?!!!

A vida merece algo além 
do aumento da sua velocidade. 

Mahatma Gandhi

Resumo:
Serviços gratuitos são ótimos para a promoção da sua empresa?
Serviços gratuitos são excelentes para que você seja conhecido no mercado?
O que você pode fazer para divulgar a sua empresa?

– “Eu vou oferecer os meus serviços gratuitamente, 
para ser conhecido?”

Você já pensou nessa forma de promoção, de ser conhecido, no início da sua empresa?

Eu, frequentemente, me deparo com jovens empreendedores que, na fase inicial de sua empresa, se propõem a prestar seus serviços gratuitamente.

Esta proposta é um grave erro, pois ninguém entrega nada de valor de graça.

Se você, empreendedor, crê que a oferta da sua empresa realmente tenha valor para o seu mercado de atuação, jamais entregue o que tem valor, não dando valor algum ao seu serviço, entregando-o gratuitamente. 

Entregar a sua oferta, gratuitamente, é um forte indicativo, propiciado pela sua própria “estratégia”, que o seu serviço não tem valor, tanto que você o fornece gratuitamente.

Se você tem uma oferta de valor aos olhos do mercado que você quer atingir, você é a primeira pessoa que precisa levar e apontar esse valor às pessoas e empresas interessadas.

Você entregar de graça, algo que você sabe ter valor, é não dar valor à sua oferta, é você dar um tiro no seu próprio pé.

Esta é a nossa recomendação:

Jamais, de nenhuma forma e sob quaisquer pretextos ou justificativas, entregue o seu trabalho de valor sem cobrar por ele, gratuitamente. 

Diante disso você me pergunta: 

– “O que fazer, então?”

Uma possibilidade, muito útil e recomendada, foi apresentada no artigo anterior, 

COMO FAZER O PRIMEIRO NEGÓCIO?

O que apresentamos nesse artigo anterior é o serviço voluntário, que é algo bem diferente de serviço gratuito.

Serviços voluntários são serviços que você presta para organizações sem fins lucrativos, reconhecidas na sua comunidade, e perante o seu mercado de atuação, exercendo a responsabilidade social da sua empresa.

Quando você faz serviço voluntário o seu foco deve ser o serviço que você irá prestar, não a cadeia de relacionamentos que você irá obter. 

Se você se engaja em um trabalho voluntário, o seu foco deve ser, obrigatoriamente, a sua contribuição, a doação que você faz de si, ou da sua empresa, para a sociedade.

Este tipo de atividade tem um nome em latim, pouco conhecido: “pro bono”.

Uma observação necessária: um trabalho que você queira fazer “gratuitamente” porque:

– o cliente não aceitou o seu orçamento, 

– aquele seu concorrente pode pegar esse cliente,

– você vê muito futuro nesse projeto,

– você vê muito futuro nesse cliente,

– você antevê ótimos resultados a partir desse projeto,

não é trabalho pro bono, é você desistindo, abandonando o seu negócio, demonstrando que o que você entrega não tem valor.

Você, você quer abandonar o seu negócio? Você quer desistir do seu negócio?

Não? Então não entregue nada gratuitamente. NUNCA!

Vamos supor que você se propôs a fazer um trabalho voluntário, mas você se percebe aprendendo com este trabalho, o que, a rigor, estabelece uma relação de troca, e, portanto, jamais um trabalho voluntário.

Trabalho voluntário é aquele em que você contribui para a organização, e nada recebe, nem aprendizado. Trabalho voluntário é a rua de mão única da sua contribuição.

Após você chegar aos resultados desejados, em sua proposta de efetiva contribuição para a sociedade, você desenvolveu uma rede de relacionamentos e contatos de pessoas que se colocam, espontaneamente, para servir a comunidade.

Você desenvolve o trabalho e obtém a rede de relacionamentos, que, esta sim, pode ser útil para o seu desenvolvimento pessoal e empresarial.

Seria diferente, não apreciado e com resultados desastrosos, você se colocar trabalhando “voluntariamente” para obter uma rede de relacionamentos…

Portanto, escolha uma causa, evento, entidade que você queira, de coração, abraçar. Algo que permita você mostrar e aparecer, através tanto dos seus atos de doação, como das suas palavras, a coerência que dá suporte a você fazer a diferença na sua comunidade.

Faça isso com toda a verdade e vontade. 

A oração de São Francisco – “é dando que se recebe” -, multiplicará os seus clientes potenciais, quando seus amigos de trabalho voluntário – pois em trabalhos voluntários se desenvolvem amizades verdadeiras -, vendo os seus esforços e resultados, perguntarem:

– “Mas, qual é o seu negócio?”

– “Mas, com o que você trabalha?”

E você, que já preparou a sua empresa adequadamente, usa o seu áudio-cartão.

O que é áudio-cartão?

Leia aqui:

AÚDIO-CARTÃO: Você Precisa Ter Um!

5 SEGUNDOS

A minha resposta, quando perguntado, é:

– “Eu ajudo os meus clientes a atrair clientes.”

pois esse é o áudio-cartão da Merkatus. E esse áudio-cartão inicia conversas muito proveitosas…

Você, ou a sua empresa, oferecem serviços gratuitos?

Você está engajado em algum trabalho voluntário?

Perceba que o trabalho voluntário tem muito a ver com a responsabilidade social, tanto da sua empresa, com a sua, individualmente.

É você quem faz e constrói a imagem da sua empresa no mercado. E a sua também!

A Merkatus pode ajudá-lo a fazer ou facilitar o primeiro e os demais negócios da sua empresa.

Contate-nos diretamente, ou ainda leia a página PERGUNTAS E RESPOSTAS para maiores informações sobre nossos serviços.

Construa uma semana excelente.

Carlos Alberto de Faria

Graduado em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) em 1972 e Pós-Graduado em Marketing de Serviços pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 1997. Mais de 40 anos de experiência em Marketing.


Este artigo é uma prática de disseminação de conhecimento adotada pela Merkatus, através do correio eletrônico, de circulação restrita e exclusiva para pessoas, instituições ou empresas que manifestaram o interesse em recebê-lo. Este artigo aborda temas que ajudam as pessoas, as empresas e as instituições a aprimorar: a) a obtenção de mais e melhores clientes certos; b) a conformidade do que produzem ou fazem à demanda do seu mercado; c) a aproximação de interesses convergentes entre a demanda e a oferta, dentro da área de serviços. É nosso intuito promover o desenvolvimento pessoal e aprimorar as relações comerciais do mercado. 

Este artigo pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, desde que: 1. mantida a autoria; 2. divulgado o autor; e 3. divulgado o endereço do site www.merkatus.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.