PEGUE JÁ O SEU PLANO DE MARKETING

Muito bem! Se você é um executivo, um empreendedor, um empresário ou o responsável por qualquer negócio, abra já o seu Plano de Marketing.

I. Você não tem um Plano De Marketing!???
Se você não tem um Plano de Marketing esta é uma ótima ocasião, uma excelente oportunidade para você parar de lutar contra os seus concorrentes e brigar com o mercado, como se fosse Dom Quixote, brigando contra os moinhos de vento.

Tome fôlego… e inicie agora mesmo a redação do seu Plano de Marketing. Um Plano de Marketing é algo simples, mas não é de fácil elaboração. Para fazer um Plano de Marketing é necessário, basicamente: 1. Visão externa
Conheça o mercado externo (quais as oportunidades e as ameaças estão presentes nesse mercado?) onde você quer atuar, conheça também os seus principais concorrentes.

2. Visão interna
Quais são as forças e fraquezas da sua empresa?

3. Responda às seguintes perguntas:a) Como eu vou atacar as oportunidades que se apresentam no mercado (reforçando as minhas forças e diminuindo minhas fraquezas)?

b) Como eu vou me defender das ameaças que o mercado apresenta para a minha empresa (aproveitando minhas forças e minimizando as minhas fraquezas)?

Este é um dos aspectos mais importantes na elaboração de um Plano de Marketing.

A ausência de um Plano de Marketing, ou a existência de um plano de marketing que está lá no fundo da gaveta ou empoeirado você não sabe aonde, demonstra que sua empresa está à deriva no mercado. 

O planejamento é necessário para garantir a liberdade, tanto a sua como a da sua empresa.

Leia os Boletins:O PLANEJAMENTO E A LIBERDADE 
O PLANO DE NEGÓCIO É NECESSÁRIO

II. Você tem um Plano De Marketing:
Se você tem o seu Plano de Marketing aberto, exatamente neste momento, então parabéns! Congratulações!

A grande maioria dos seus concorrentes, ou pelo menos, dos seus “pequenos” concorrentes, dos novos empreendedores, não tem um Plano de Marketing. Ponto para você!

Responda então as seguintes perguntas:1. Quais as atividades do plano de marketing já foram implementadas?

2. Quais resultados foram obtidos?

3. Por quê?

4. Há discrepâncias significativas entre o projetado e o realizado?

5. Estas discrepâncias são para melhor ou para pior?

6. Qual vai ser a ação da sua empresa frente ao resultado alcançado?

Lembre-se que a ação da sua empresa e os resultados que ela colhe são sempre externos, no mercado.

Leia o página INFORMAÇÃO E AÇÃO.

Toda ação dentro da empresa visa a obtenção de um resultado fora da empresa. Toda empresa é e se estrutura, basicamente, como uma MÁQUINA DE VENDAS.

O sucesso da sua empresa depende da efetividade dessa MÁQUINA DE VENDAS.

Note que de nada adianta você ser um excelente “pizzaiollo” para montar uma pizzaria, se a pizzaria não vender. O mesmo acontece se você for um consultor, uma revenda de carros, uma distribuidora de bebidas, uma casa de espetáculos, ou qualquer que seja o seu negócio.

Ou o seu empreendimento é, constantemente, uma MÁQUINA DE VENDAS ou não acontece, ou deixa de acontecer no mercado. Só isso…

O Plano de Marketing foi feito para ser utilizado, para não deixar sua empresa ao sabor das ondas do mercado; portanto utilize-o! Aprenda com o tempo.

O questionamento acima deve ser feito periodicamente, no mínimo a cada duas semanas, quando as águas estão tranqüilas, e com freqüência maior na medida que as ondas aumentam de tamanho.

O objetivo do questionamento acima é apreender o que está acontecendo com o seu mercado, com o seu negócio, para propiciar um novo e constante enquadramento do seu planejamento de marketing à realidade do mercado e dos seus concorrentes.

Não adianta ficar analisando exaustivamente detalhes, provocando o que já se convencionou chamar “paralisia por análise”. Tudo fica esperando: modificações, alterações, adaptações, novos planejamentos, até que se tenha uma análise precisa e confiável do que está ocorrendo.

Enquanto a “paralisia por análise” ocorre, os concorrentes estão agindo, o mercado está se modificando e a sua análise já está arcaica, não serve para mais nada.

O mercado muda em velocidade crescente, tanto pela constante adaptação dos seus concorrentes conhecidos, como pela inserção de novos concorrentes que podem estar revolucionando a demanda e o jeito de se fazer negócios no seu ramo de atividades.

Lembre-se: o planejamento não é imutável, deve constantemente se submeter à realidade, e se premissas utilizadas em sua elaboração se mostram irreais, refaça o planejamento com as melhores premissas disponíveis. O seu planejamento não é diferente!

Leia o Boletim Semanal “O Que É Planejamento?

Se a sua empresa precisa elaborar um plano de marketing – ou mesmo adaptá-lo – para as condições reais e mutáveis do mercado visando ter uma empresa pró-ativa, a Merkatus pode ajudá-lo. 

Para maiores informações, leia a página PERGUNTAS E RESPOSTAS, ou contate-nos.

Construa uma ótima semana para você.

Carlos Alberto de Faria

Graduado em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) em 1972 e Pós-Graduado em Marketing de Serviços pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 1997. Mais de 40 anos de experiência em Marketing.


Este artigo é uma prática de disseminação de conhecimento adotada pela Merkatus, através do correio eletrônico, de circulação restrita e exclusiva para pessoas, instituições ou empresas que manifestaram o interesse em recebê-lo. Este artigo aborda temas que ajudam as pessoas, as empresas e as instituições a aprimorar: a) a obtenção de mais e melhores clientes certos; b) a conformidade do que produzem ou fazem à demanda do seu mercado; c) a aproximação de interesses convergentes entre a demanda e a oferta, dentro da área de serviços. É nosso intuito promover o desenvolvimento pessoal e aprimorar as relações comerciais do mercado. 

Este artigo pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, desde que: 1. mantida a autoria; 2. divulgado o autor; e 3. divulgado o endereço do site www.merkatus.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.