LIDERANÇA E PREVISIBILIDADE

“As expectativas elevadas são a chave de tudo.”

Sam Walton

A mais importante característica da liderança é a confiança, pois as pessoas só seguem aquelas nas quais confiam.

Normalmente os empregados gostam e seguem pessoas que os orientam, que os conduzam a patamares crescentes de desempenho e de melhoria continua, no trabalho e na vida. 

Os empregados gostam de líderes que:- celebram resultados que os empregados ajudaram a construir, e

– gostam de se sentirem partícipes da construção de algo maior do que as simples tarefas que executam, por mais complexas que estas sejam. 

Por exemplo, ajudarem e participarem, através dos seus esforços diários, da construção de uma sociedade melhor, mais justa. Essa sensação de utilidade e de participação são extremamente importantes para a consecução de resultados, ao longo do tempo.

Leia mais sobre as motivações humanas aqui:AS NOSSAS NECESSIDADES E OS NOSSOS DESEJOS

A estas características acima, procuradas pelos empregados, pode ser adicionada mais uma característica: a constância de propósitos.

A constância de propósitos diz sobre o líder consistente-mente apontar e dirigir esforços no sentido de realizar a Missão, alcançar a Visão, apoiado nos Valores e Princípios da empresa, com os pés sempre apoiados da realidade presente.

Leia: MISSÃO, VISÃO E VALORES: O Que, Por Que E Como?

Algumas opiniões que dizem ser necessário o líder alçar vôos, eu discordo. 

Eu digo que o líder tem que ficar com os pés no chão, lendo e sentindo a realidade do mercado e a adequação das competências disponíveis na empresa e do seu clima interno, para buscar e alcançar os resultados externos necessários e acordados.

O líder precisa sonhar com o amanhã e apontar os caminhos constantemente, mas ter os seus pés, e os pés daqueles que lidera, em contato estreito com a realidade. 

Essa constância de propósitos, por incrível que pareça, tem a ver, e muito, com a previsibilidade do líder.

Há uma grande confusão entre inovação e liderança.

A sua empresa, para se destacar, precisa inovar para deixar o leito da mesmice.

A liderança, no entanto, tem que apontar o rumo hoje e amanhã. Se o rumo de ontem estava errado, ele deve mudar. 

Se o rumo de amanhã também vier estar errado, os liderados ficam em alerta. Se depois de amanhã novamente existir correção de rumo, a confiança dos liderados no líder começa a ficar abalada. 

A correção freqüente de rumo denota falta de visão, transmite a sensação que se age ao sabor das ondas, abala o prestígio da liderança.

Se e quando a confiança cai, a liderança perde seguidores. Os resultados tornam-se mais difíceis de serem alcançados, pois o ânimo e, conseqüentemente, o desempenho caem.

“Liderar é ter seguidores” constitui-se na principal e única definição de liderança, como bem intuiu Peter Drucker. 

Leia:

LIDERANÇA E AUTOLIDERANÇA

A DEFINIÇÃO DE LIDERANÇA

A PRINCIPAL CARACTERÍSTICA DA LIDERANÇAOUTRAS CARACTERÍSTICAS DA LIDERANÇA
LIDERANÇA E COMPLACÊNCIA.

É interessante notar que a liderança precisa constantemente:

– apresentar desafios audaciosos, mas realizáveis, 

– inspirar comprometimento,

– celebrar e compartilhar realizações,

– colher desempenhos cada vez mais surpreendentes dos seus liderados,

– apresentar constância de propósitos, e

– ser previsível e coerente, mantendo rumo e postura frente aos seguidores.

Leia mais sobre nossos serviços aqui: PERGUNTAS E RESPOSTAS para maiores informações sobre como podemos atender às suas necessidades.

Carlos Alberto de Faria

Graduado em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) em 1972 e Pós-Graduado em Marketing de Serviços pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 1997. Mais de 40 anos de experiência em Marketing.


Este artigo é uma prática de disseminação de conhecimento adotada pela Merkatus, através do correio eletrônico, de circulação restrita e exclusiva para pessoas, instituições ou empresas que manifestaram o interesse em recebê-lo. Este artigo aborda temas que ajudam as pessoas, as empresas e as instituições a aprimorar: a) a obtenção de mais e melhores clientes certos; b) a conformidade do que produzem ou fazem à demanda do seu mercado; c) a aproximação de interesses convergentes entre a demanda e a oferta, dentro da área de serviços. É nosso intuito promover o desenvolvimento pessoal e aprimorar as relações comerciais do mercado. 

Este artigo pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, desde que: 1. mantida a autoria; 2. divulgado o autor; e 3. divulgado o endereço do site www.merkatus.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.