CAINDO NA REAL III: O Berço Explêndido

Os responsáveis pela educação pública, em cada unidade, seja esta unidade qual for, dos secretários estaduais ou municipais de educação, até o segurança das escolas, quando efetivamente são exigidos e assumem o papel de educadores, tratam de oferecer o que a sociedade mais reclama e necessita: 

uma educação que promova a inclusão e a construção de uma sociedade mais justa e digna.

A assunção deste papel é o mínimo que se pode esperar de quem trabalha em empregos públicos, em particular, os que trabalham com a educação pública neste país, pois, na essência, empregados do povo, e a este povo devem servir e dar satisfação.

CAINDO NA REAL encontramos o seguinte:

Eu cheguei a ouvir de uma ex-secretária de educação, com um semblante que beirava a repugnância, falando de uma escola que atende uma população carente, que vai dos 3 anos aos 12 anos :

– “Esta escola só atende marginais.”

Quando uma secretária de educação não coloca seus esforços no sentido do resgate da cidadania, mas sim na preservação escancarada do “status quo”, pouco mais se pode esperar dos seus liderados e dos resultados dessa educação.

E esse é o Brasil que construímos, e o ônus a pagar é não sairmos do lugar, de eternamente ser somente berço esplêndido. 

Leia aqui os demais artigos desta série de horror:

CAINDO NA REAL: Os Erros Da Educação

CAINDO NA REAL I: A Síndrome de Tássia Xando

CAINDO NA REAL II: Não Vamos Dar Moleza!

CAINDO NA REAL IV: O Povo É Gado

CAINDO NA REAL V: Insistindo No Erro

CAINDO NA REAL VI: Eu Quero É Me Arrumar!

Até uma próxima oportunidade.

Carlos Alberto de Faria

Graduado em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) em 1972 e Pós-Graduado em Marketing de Serviços pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 1997. Mais de 40 anos de experiência em Marketing.


Este artigo é uma prática de disseminação de conhecimento adotada pela Merkatus, através do correio eletrônico, de circulação restrita e exclusiva para pessoas, instituições ou empresas que manifestaram o interesse em recebê-lo. Este artigo aborda temas que ajudam as pessoas, as empresas e as instituições a aprimorar: a) a obtenção de mais e melhores clientes certos; b) a conformidade do que produzem ou fazem à demanda do seu mercado; c) a aproximação de interesses convergentes entre a demanda e a oferta, dentro da área de serviços. É nosso intuito promover o desenvolvimento pessoal e aprimorar as relações comerciais do mercado. 

Este artigo pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, desde que: 1. mantida a autoria; 2. divulgado o autor; e 3. divulgado o endereço do site www.merkatus.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.