A LEI DO GOSTO QUE NÃO SE DISCUTE

Há os que discutem gostos, mas em marketing…

O que os seus clientes e os seus empregados gostam? 

Você dá a eles o que eles querem ou o que você acha que eles querem?

Quem trabalha com marketing, não tem julgamentos de gosto. O seu gosto não interfere no gosto do serviço. Quem trabalha com marketing não mistura o seu gosto com o gosto do que o mercado demanda, ou o gosto do cliente. 

O juiz final, daquilo que se produz e faz, é o cliente!

  
 LEI DO GOSTO QUE NÃO SE DISCUTE
  
 Gosto se pesquisa!
  

Enfim, se todos gostassem do amarelo, só se produziria amarelo! O pessoal mais ousado desviaria um pouco para o laranja, para o verde. Alguns ousariam o vermelho ou o azul. Mas todos estariam de olho nas reações do mercado!

Até um próximo artigo!

Carlos Alberto de Faria

Graduado em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) em 1972 e Pós-Graduado em Marketing de Serviços pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 1997. Mais de 40 anos de experiência em Marketing.


Este artigo é uma prática de disseminação de conhecimento adotada pela Merkatus, através do correio eletrônico, de circulação restrita e exclusiva para pessoas, instituições ou empresas que manifestaram o interesse em recebê-lo. Este artigo aborda temas que ajudam as pessoas, as empresas e as instituições a aprimorar: a) a obtenção de mais e melhores clientes certos; b) a conformidade do que produzem ou fazem à demanda do seu mercado; c) a aproximação de interesses convergentes entre a demanda e a oferta, dentro da área de serviços. É nosso intuito promover o desenvolvimento pessoal e aprimorar as relações comerciais do mercado. 

Este artigo pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, desde que: 1. mantida a autoria; 2. divulgado o autor; e 3. divulgado o endereço do site www.merkatus.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.