CARLOS ALBERTO DE FARIA  apresenta:
BOLETIM ELETRÔNICO SEMANAL - BES Para assinar, clique aqui!


ASSERTIVIDADE
(I)

Amo a liberdade, por isso deixo livre as coisas que amo.
Se elas voltarem é porque as conquistei.
Se não voltarem é porque nunca as possuí.
John Lennon

______________________________________________________
Resumo:
A assertividade é um comportamento de afirmar a sua pessoa como ela é, com suas virtudes e defeitos, com seus erros e acertos, de forma humilde e integral, respeitando tanto a si como ao próximo.
A assertividade é muito desconhecida e, muitas vezes quando usada, é mal empregada.
Aqui você encontra um resumo do que não é, e do que é essa tal de assertividade.

______________________________________________________


É bastante comum as pessoas terem dificuldades para expressar os seus comentários, opiniões e sentimentos, firmarem suas posições e crenças, de maneira aberta e honesta, mostrando-se às pessoas do seu relacionamento com quem falam e interagem, de uma maneira transparente.

Esta dificuldade ocorre não somente no âmbito familiar, mas também na vida social e na vida profissional.

Nós podemos inclusive dizer que esse é mal social, pois ataca, através da nossa cultura, todas as classes sociais, inclusive entre pessoas com alto grau de instrução.

Esse mal, que existe e perdura, e a sua solução - pouco divulgada e pior ainda, muitas vezes muito mal entendida -fazem desta tal de assertividade algo que se ouve falar, mas que não se sabe exatamente o que é, e muito menos como se pratica.

Se v
ocê tem interesse em aprender as técnicas assertivas, eu estarei ministrando um curso-palestra sobre

ASSERTIVIDADE - Assumindo O Controle Da Sua Vida

Maiores detalhes: veja na a relação de cursos constante da página inicial deste sítio, ou ligue (11) 4231 1459, das 9h às 18h.

Se você quiser saber mais sobre assertividade, leia aqui:

Para entender melhor o que é assertividade, é muito conveniente explicar primeiro o que não é assertividade.

Os comportamentos ou atitudes que se opõem à assertividade podem ser resumidos em três, a saber: agressivo, passivo e manipulativo. Esses comportamentos estão muito distantes de onde está a assertividade.

Esta semana apresentamos os comportamentos agressivos e passivos, deixando para a próxima semana os comportamentos manipulativos e assertivos.

Convém ressaltar que as pessoas não são exclusivamente agressivas, ou passivas, ou manipulativas ou assertivas, mas apresentam estados variáveis, dependendo de hora, local e de seu estado interno.

Ou seja, o que descrevemos aqui são comportamentos que são utilizados por várias pessoas, muitas vezes pelas mesmas pessoas, ao longo do tempo, e não um perfil pessoal caricato.

Vamos fazer um percurso sobre esses três comportamentos e suas características gerais e sobre o comportamento assertivo, para comparação.

Logicamente essa nossa análise é geral e média, não considerando outros processos patológicos doentios que podem dar origem a esses comportamentos.

O COMPORTAMENTO AGRESSIVO
O comportamento agressivo tem origem em pessoas principalmente descontroladas, que buscam se impor pela ameaça, pelo medo, mostrando uma falsa impressão de segurança inicial.

Essas reações só surgem em pessoas com auto-estima baixa, pessoas que usam tom ameaçadores para esconder insegurança e inferioridade que moram dentro delas.

Esse perfil agressivo revela um sentimento de inferioridade escondido e desconhecido da própria pessoa, que tenta se impor aos outros, não pelos seus próprios méritos e valores, pois a pessoa agressiva não crê neles, mas pelo poder do medo e das ameaças.

O comportamento agressivo só apresenta resultados no curto-prazo.

O interessante é que as pessoas, que desconhecem a origem da agressividade, têm uma "raiva" camuflada das pessoas agressivas, pois as sentem superiores porque não percebem que ali reside um carneiro frágil, que se traveste em pele de lobo, para lidar com sua inferioridade.

A s pessoas, quando agredidas, normalmente sentem-se oprimidas, abusadas, diminuídas pela falta de respeito em serem tratadas como seres humanos dignos.

A interação entre o agressor e o agredido acabam provocando como resultados:

- a perda de influência do agressor sobre os agredidos,
- a perda de respeito pelo agressor,
- a rejeição do agressor pelos agredidos,
- o isolamento do agressor,

e a conseqüente diminuição da já baixa autoestima do agressor.

Não importa em que ambiente a agressividade ocorra, o que houver para ser feito sempre será feito com produtividade baixa.

O COMPORTAMENTO PASSIVO
O comportamento passivo também tem origem na autoestima baixa, na pouca importância que a pessoa confere a si própria.

Essa pouca importância conferida a si própria leva as pessoas passivas a se perceberem-se como ignoradas e ignoradas, sentindo-se tanto sem poder como com falta de apoio.

A autoestima baixa, aliada à frustração por sua postura de Zeca Pagodinho:

- "Deixa a vida me levar, vida leva eu ... "

faz com que esse comportamento passivo conduza a uma inadequação entre o que a vida exige e o repertório menor que a atitude passiva disponibiliza.

É interessante notar que a autoestima baixa e o sentimento de inferioridade são comuns ao comportamento agressivo e ao passivo, diferindo somente o tipo de reação.

A passividade leva à omissão, a não aceitar correr riscos, leva a evitar assumir responsabilidades e a deixar de fazer quaisquer coisas pelas quais possa vir a ser responsabilizado no futuro ou a ser rejeitado.

Dessa forma o comportamento passivo frequente leva as pessoas a serem vistas como omissas, como inativas (não decidem, não fazem, se excluem de participar), como sem posição definida, e não sendo pessoas com a qual se possa contar, conduzem-se à solidão, ao isolamento.

E a sensação de exclusão reforça a autoestima baixa, reforça o comportamento passivo. E esse comportamento é a negação da produtividade e da melhoria contínua.

Na semana que vem voltaremos com os comportamentos manipulativos e assertivos.

O seu comportamento é agressivo? É passivo?

E o comportamento dos seus colegas de trabalho, dos seus empregados? São comportamentos que levam à produtividade crescente e à melhoria contínua na sua empresa?

A sua empresa tem dificuldades de criar e reforçar comportamentos e atitudes que a levem mais rápido à produtividade, à melhoria continua e ao caminho do sucesso? A Merkatus pode ajudar.

Contate-nos, sem compromisso, ou leia a página PERGUNTAS E RESPOSTAS para maiores informações sobre nossos serviços:

calfaria@merkatus.com.br ou
0 XX 47 3369-2465 ou
MSN: cafaria@merkatus.com.br

Construa uma semana excelente.

Carlos Alberto de Faria
Merkatus - Ajudando nossos clientes a atrair clientes.

Merkatus ONLINE - Resolvendo os seus problemas.

______________________________________
Nós teremos o prazer de atendê-lo, caso você queira saber mais sobre estas e outras estratégias de marketing de serviços, ou ainda comentar algum aspecto deste Boletim Eletrônico Semanal. Não hesite em contatar-nos:

Merkatus - Ajudando nossos clientes a atrair clientes

contato@merkatus.com.br ou

047 3369-2465

Se você quiser assinar GRATUITAMENTE este Boletim Eletrônico Semanal, cadastre-se aqui:

http://www.merkatus.com.br/10_boletim/index.htm . Nesta mesma página podem ser encontrados os Boletins Semanais anteriores.

Caso queira cancelar o recebimento deste Boletim Eletrônico Semanal basta nos enviar um "E-MAIL" para contato@merkatus.com.br preenchendo o campo "ASSUNTO" OU "SUBJECT" com a palavra DESCADASTRAR.
______________________

Este Boletim Eletrônico Semanal é uma prática de disseminação de conhecimento adotada pela Merkatus, através do correio eletrônico, de circulação restrita e exclusiva para pessoas, instituições ou empresas que manifestaram o interesse em recebê-lo. Este Boletim Eletrônico Semanal aborda temas que ajudam as pessoas, as empresas e as instituições a aprimorar: a obtenção de mais e melhores clientes certos, a conformidade do que produzem ou fazem à demanda do seu mercado, a aproximação de interesses convergentes entre a demanda e a oferta, dentro da área de serviços. É nosso intuito promover o desenvolvimento pessoal e aprimorar as relações comerciais do mercado.
.Este Boletim Eletrônico Semanal pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, para fins não comerciais, desde que
1º - mantida a autoria;
2º - divulgado o autor e
3º - divulgado o endereço do "site"  http://www.merkatus.com.br.

© Copyright 2009, Carlos Alberto de Faria, Merkatus
Este "site" foi desenvolvido pela Merkatus.