CARLOS ALBERTO DE FARIA  apresenta:
BOLETIM ELETRÔNICO SEMANAL - BES Assinar o BES, clique aqui!


Evolução Empresarial

A alegria está na luta, na tentativa,
no sofrimento envolvido.
Não na vitória propriamente dita.
Mahatma Gandhi

 

Resumo:
Tal qual os seres humanos, e de forma similar, as empresas evoluem.
E a hierarquia das necessidades de Maslow pode ser usada também para verificar a evolução ou estagnação empresarial.
Interessado? Leia abaixo.

O filme Tempos Modernos, de Charles Chaplin sempre traz pensamentos sobre o empresario que oprime os trabalhadores.

Por outro lado nós vemos cada vez mais empresas, hoje, falarem e agirem dentro do que se chama responsabilidade social, que é a atuação da empresa como participante da construção de uma sociedade mais justa.

Hoje temos empresas que se situam entre estes dois extremos...

Os cursos para empreendedores falam, exaustivamente, da busca desenfreada da independência econômica da empresa, da sua sobrevivência, na busca e captura do lucro. Os cursos do SEBRAE são uma amostra cabal dessa postura.

No entanto, sabemos que o foco de toda e qualquer empresa precisa ser o mercado, pois é lá que as coisas acontecem, é lá que se encontram as oportunidades, e o sucesso ou o fracasso.

Se eu preciso do cliente para gerar lucro:

- opto, em situações limites entre atender o cliente, esperando um retorno futuro, ou

- opto pelo lucro imediato que me garante a sobrevivência até amanhã, mas que pode fazer com que o cliente, amanhã, não retorne?

Há linha da psicologia que diz que uma das manifestações da inteligência humana é a sua capacidade de adiar o prazer e a satisfação imediata de hoje, pela busca de satisfações e prazeres maiores amanhã...

Estas dúvidas foram levantadas em uma série de artigos sobre lucro, onde nós, basicamente, dizemos que lucro não é finalidade, mas meio de sobrevivência de uma empresa. Eu repito mais uma vez a pergunta:

- Você vive para comer ou come para viver?

Leia os artigos:

O lucro na sua empresa é como a comida para nós, seres vivos. Sua empresa é um ser vivo que batalha para a sobrevivência dela.

O lucro é a "comida" que ela precisa para sobreviver, da mesma forma que você precisa de comida, aprecia comida, se satisfaz com alguns pratos especiais que atendem ao seu paladar específico.

O propósito da sua vida, da vida de qualquer pessoa, no entanto, está longe de ser dedicada ao comer. Pelo menos para a grande maioria.

O lucro é originado pelo cliente, pela compra do cliente, o lucro é conseqüência de cliente satisfeito ou encantado.

Você, como empreendedor, busca o lucro, apesar do cliente, ou através do cliente?

Foi pensando mais uma vez nestes aspectos que envolvem a empresa e sua postura frente ao mercado que vislumbrei uma aproximação até então insuspeita.

Qual a relação entre a hierarquia das necessidades de Maslow e a sua empresa?

Para entender melhor a Pirâmide de Maslow, leia este artigo:

Vejamos se podemos fazer um paralelo entre as necessidades humanas e as necessidades empresariais.

1. Necessidade de sobrevivência
Estas são as necessidades mais básicas, são as necessidades de sobrevivência imediatas. Não enxergamos outras necessidades enquanto estas necessidades básicas e essenciais não forem atendidas. O lucro é a comida e o sangue de uma empresa, é o que a mantém viva.

Obtido o lucro as preocupações da empresa sobem de patamar.

2. Necessidades de segurança
No mundo conturbado em que vivemos, procuramos fugir dos perigos, buscamos por abrigo, segurança, proteção, estabilidade e continuidade. A busca de uma identidade, de uma sede própria estão neste nível.

3. Necessidades sociais
A sua empresa precisa participar da sociedade, pertencer ao meio social. A filiação a órgãos de classe e associações comerciais identifica a busca e o atendimento a estas necessidades de ser aceito e respeitado como uma empresa participante dentro da comunidade.

Criam-se e se estabelecem laços que dão suporte e segurança entre os diversos participantes. Sua empresa quer se sentir necessária. Esse agrupamento de empresas pode ser comparado aos agrupamentos humanos semelhantes às tribos antigas e atuais.

4. Necessidades de "status" ou de estima
O sucesso é ter uma empresa competente, alcançar objetivos, obter aprovação e ganhar reconhecimento do mercado e dos semelhantes. Há dois tipos de estima: a auto-estima e a hetero-estima. A auto-estima é derivada da proficiência e competência em ser a empresa que a sua empresa é, é gostar de si, é acreditar em si e dar valor a si própria. Já a hetero-estima é o reconhecimento e a atenção que se recebe das outras empresas.

5. Necessidade de auto-realização
A sua empresa busca a sua realização como uma organização única, a demonstração prática da realização permitida e alavancada pelo potencial único dos seus integrantes. A sua empresa busca conhecimento, reconhecimento, experiências e realizações que a fazem ser exemplos de conduta responsável dentro da sociedade em que atua.

Se enxergarmos as empresas desta forma, vemos as empresas como seres organizacionais que evoluem.

A grande regra de sobrevivência e evolução desses seres organizacionais, denominados empresas, é que elas podem evoluir entre os diversos níveis na medida em que possuam vontades, recursos e aptidões necessárias ao percurso necessário.

Esta evolução ou permanência em um determinado nível ocorre para as empresas, tal qual para os seres humanos.

Em que nível está a sua empresa?

Você quer que a sua empresa atinja o nível da auto-realização? Tem dificuldades de atingir isso? A Merkatus pode ajudá-lo,

Contate-nos ou leia a página PERGUNTAS E RESPOSTAS para maiores informações sobre nossos serviços:

calfaria@merkatus.com.br ou
0 XX 47 3369-2465 ou
MSN: cafaria@merkatus.com.br

Construa uma semana excelente.

Carlos Alberto de Faria
Merkatus - Ajudando nossos clientes a atrair clientes.

Merkatus ONLINE - Resolvendo os seus problemas.

_____________________________________________________________________
Se você quiser assinar GRATUITAMENTE este Boletim Eletrônico Semanal, cadastre-se aqui:

http://www.merkatus.com.br/10_boletim/index.htm . Nesta mesma página podem ser encontrados os Boletins Semanais anteriores.

Caso queira cancelar o recebimento deste Boletim Eletrônico Semanal basta nos enviar um "E-MAIL" para contato@merkatus.com.br preenchendo o campo "ASSUNTO" OU "SUBJECT" com a palavr
a DESCADASTRAR.
______________________________________________________________________

Este Boletim Eletrônico Semanal é uma prática de disseminação de conhecimento adotada pela Merkatus, através do correio eletrônico, de circulação restrita e exclusiva para pessoas, instituições ou empresas que manifestaram o interesse em recebê-lo. Este Boletim Eletrônico Semanal aborda temas que ajudam as pessoas, as empresas e as instituições a aprimorar: a obtenção de mais e melhores clientes certos, a conformidade do que produzem ou fazem à demanda do seu mercado, a aproximação de interesses convergentes entre a demanda e a oferta, dentro da área de serviços. É nosso intuito promover o desenvolvimento pessoal e aprimorar as relações comerciais do mercado.
.Este Boletim Eletrônico Semanal pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, desde que
1º - mantida a autoria;
2º - divulgado o autor e
3º - divulgado o endereço do "site"  http://www.merkatus.com.br.

© Copyright 2003-2008, Carlos Alberto de Faria, Merkatus
Este "site" foi desenvolvido pela Merkatus.