CARLOS ALBERTO DE FARIA  apresenta:
BOLETIM ELETRÔNICO SEMANAL - BES Assinar o BES, clique aqui!




O RH DE 2011

""Não são os mais fortes de uma espécie que sobrevivem,
nem os mais inteligentes,
mas os que melhor respondem às mudanças"."

Charles Darwin


____________________________________________________________________
RESUMO:
- "Qual será o RH de 2011?"
Apresentamos um exercício de construção de cenários que afetarão a sua empresa, qualquer que seja ela.

____________________________________________________________________


Hoje faremos uma análise, uma prospecção da evolução da área de Recursos Humanos, uma apresentação de cenários possíveis para o RH daqui a 5 anos, pois a área de RH é essencialmente prestação de serviços, o foco do nosso trabalho.

Parafraseando Charles Darwin:

"Não são as organizações mais fortes que sobrevivem, nem tampouco as mais lucrativas, mas aquelas que promovem e respondem melhor às mudanças."

A antiga segurança do emprego transforma-se, hoje:

- na segurança do trabalho: estar permanentemente apto a enfrentar novos desafios;

- na promoção e respostas às mudanças: não basta mais responder e estar atento às mudanças, mais importante que isso é "fazer" ou participar ativamente da construção da mudança, o que garante vantagem competitiva para si e para a empresa; e

- na postura de camaleão: capturando e se adaptando constantemente à realidade fugidia.

O MUNDO DO FUTURO
1. O Trabalhador

O trabalhador do futuro é mulher, de 30 a 40 anos, divorciada, foco no equilíbrio entre vida e trabalho, sem raízes (móvel), 3 anos de trabalho por empresa, trabalha em equipe.

2. A Empresa
A empresa é global, virtual, ágil, competitiva, inovadora, horizontal, decisões compartilhadas, participativas e descentralizadas.

3. O RH
O RH tem as seguintes previsões de cenários futuros:

- práticas globais,

- equipes auto-dirigidas e dispersas no espaço e no tempo,

- liderança à distância;

- operacionalização das atividades e do atendimento de RH por um PORTAL VIRTUAL, de conhecimento, treinamento, resultados compartilhados e específicos, avaliação de equipes e individual, e compensação total (salário mais benefícios flexíveis e individualizados).

A EVOLUÇÃO DA ÁREA DE RH
A área de RH, dentro das empresas, visa, básica e permanentemente, obter e manter pessoas com os conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias e suficientes para alcançar as metas propostas, de curto a longo prazo, dentro de determinados padrões acordados a cada instante entre a empresa e cada empregado.

Quanto maior a especialidade e a importância relativa do empregado para a empresa, maior será o atendimento individualizado. Como a tendência é só ficar com as atividades essenciais (ver terceirização abaixo), a relação empresa - empregado torna-se, ao longo do tempo, uma relação um a um.

Os serviços, que a área de RH presta às empresas, envolvem também a necessidade de produtividade crescente em seus próprios processos, como todos os demais processos dentro de quaisquer empresas.

Há uma tendência das empresas voltarem-se ao seu foco, ao âmago do seu negócio. Pois ninguém consegue fazer tudo bem, não é mesmo?

Esta tendência resulta em terceirização.

No momento em que as soluções tornam-se visíveis e quantificáveis, e os processos estiverem sob controle, chegamos a um passo da possibilidade de terceirização, que ainda não é o fim, pois da terceirização podemos evoluir para a parceria, que ocorre quando a empresa e sua terceirizada "se abraçam" na busca de resultados e celebrações compartilhadas.

Mas tudo de RH pode ser terceirizado? E o que é estratégico ou essencial para a sua empresa? Esta é uma resposta que cada empresa terá que responder, percorrendo e traçando o seu próprio caminho, dentro dos padrões e necessidades específicas que se desenvolverem em seu mercado de atuação e concorrência.

Dentro desse quadro pode-se perceber que a área de RH pode ter histórias diferentes, distintas, e apresentaremos dois pólos distintos, os extremos, a título de exemplo:

- A área de conhecimento específico, a área de desenvolvimento das competências essenciais à consecução da missão e visão da empresa é estratégica, e refere-se ao diferencial que garante a sobrevivência da empresa, garante a permanência da empresa na competição pelo mercado.

As universidades corporativas são construídas dentro deste foco: gerar e disseminar os conhecimentos, as habilidades e as atitudes que dão suporte às competências essenciais. Por razões óbvias este conjunto de atividades está muito longe da sua terceirização, está cada vez mais colada ao núcleo da empresa;

- Já, por exemplo, as áreas de recrutamento, seleção, treinamento (em áreas fora das competências essenciais), folha de pagamento, gerência do pacote de benefícios, promoção do desempenho podem ir sendo terceirizadas, na medida da maturidade dos processos internos, da concorrência e das exigências do mercado.

Você enxerga essa possibilidade, já, na sua empresa? Em quais atividades?

O PORTAL DE RH
O Portal da área de RH é outra tendência.

O Portal de RH é o balcão aberto 24 horas por dia, 7 dias por semana, com abrangência mundial.

A exigência de mobilidade para os empregados, a atuação globalizada, a necessidade da agilidade necessária do RH "estar lá", sem necessariamente ir lá, compõe o pano de fundo que exige a existência e a operacionalização desse Portal.

No Portal haverá todo o relacionamento com o empregado, desde a compensação total, suas avaliações e compromissos, os treinamentos à distância, as consultas às bases de conhecimento, etc.

O Portal de RH permite o atendimento independente de hora e local, de acordo com necessidade de cada um dos seus empregados. Aquilo que ele esqueceu, durante o expediente, ele resolve de casa, rapidamente.

Note a grande diferença de um atendimento telefônico e um atendimento virtual: enquanto o primeiro é intrusivo, alguém tem que atender na hora que uma das partes liga, já as consultas e envio de mensagens virtuais são feitas e respondidas na medida da disponibilidade das pessoas envolvidas, permitindo poucas interrupções e, conseqüentemente, aumento de produtividade.

Respeito ao próximo e responsabilidade sobre cada interação será a tônica dos contatos virtuais.

E O PROFISSIONAL DE RH?
Tendo em vista este panorama da evolução possível apresentada ficam cada vez mais claros, objetivos e mensuráveis os resultados esperados dos profissionais de RH.

Dentro de um mundo cada vez mais globalizado, onde a única constante é a mudança, e a única certeza 100% é a da imprevisibilidade, torna-se mandatória a adaptabilidade.

O profissional de RH deve, portanto, promover e acompanhar a mudança e estar atento à imprevisibilidade:

- ações contínuas de monitoramento interno e externo às empresas para as quais presta serviços;

- ter instrumentos para rápido diagnóstico de problemas em sua área de atuação;

- acompanhar o desenvolvimento do mercado competitivo por talentos;

- possuir uma rede de relacionamentos que permita identificar e se antecipar às mudanças do mercado;

- focar seu desenvolvimento pessoal de forma balanceada: o que a empresa necessita e o que ele gosta ou quer (preparar-se para o próximo trabalho).

Você crê que estas serão exclusividades do pessoal de RH?

Convém notar que o quadro traçado aqui é para grandes corporações. Sua empresa pode estar longe desse quadro, a princípio. Mas é com estas empresas que sua empresa vai concorrer na obtenção de pessoas que façam diferença, os talentos.

Os profissionais da sua empresa têm esse perfil? São eles que começam, hoje, a construir o mundo da sua empresa de 2011. Sua empresa poderá estar lá, ou não...

Quem viver, verá!

Você se prepara para construir o seu futuro? Você precisa construir o futuro de sucesso para você e para a sua emnpresa. A Merkatus pode ajudá-lo nessa ação de construção, hoje, do futuro de amanhã. Contate-nos já:

calfaria@merkatus.com.br ou
0 XX 47 3369-2465

Façamos, dia a dia, uma ótima semana.

Carlos Alberto de Faria
Merkatus
Ajudando nossos clientes a atrair clientes.

_____________________________________________________________________
Se você quiser assinar GRATUITAMENTE este Boletim Eletrônico Semanal, cadastre-se aqui:

http://www.merkatus.com.br/10_boletim/index.htm . Nesta mesma página podem ser encontrados os Boletins Semanais anteriores.

Caso queira cancelar o recebimento deste Boletim Eletrônico Semanal basta nos enviar um "E-MAIL" para contato@merkatus.com.br preenchendo o campo "ASSUNTO" OU "SUBJECT" com a palavr
a DESCADASTRAR.
______________________________________________________________________

Este Boletim Eletrônico Semanal é uma prática de disseminação de conhecimento adotada pela Merkatus, através do correio eletrônico, de circulação restrita e exclusiva para pessoas, instituições ou empresas que manifestaram o interesse em recebê-lo. Este Boletim Eletrônico Semanal aborda temas que ajudam as pessoas, as empresas e as instituições a aprimorar: a obtenção de mais e melhores clientes certos, a conformidade do que produzem ou fazem à demanda do seu mercado, a aproximação de interesses convergentes entre a demanda e a oferta, dentro da área de serviços. É nosso intuito promover o desenvolvimento pessoal e aprimorar as relações comerciais do mercado.
.Este Boletim Eletrônico Semanal pode ser impresso, repassado ou copiado, no todo ou em parte, desde que
1º - mantida a autoria;
2º - divulgado o autor e
3º - divulgado o endereço do "site"  http://www.merkatus.com.br.

© Copyright 2003-2007, Carlos Alberto de Faria, Merkatus
Este "site" foi desenvolvido pela Merkatus.